Aracaju, 31 de julho de 2021

Líder ficha suja

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

O deputado André Moura (PSC) é um dos nomes mais cotado para assumir a liderança do governo na Câmara Federal, numa provável administração biônica do ainda vice-presidente Michel Temeridade (PMDB). Segundo a chamada grande imprensa, a indicação do sergipano foi feita pelo deputado-réu Eduardo Cunha (PMDB). Aliás, este sujeito pode ser afastado ainda hoje da presidência da Câmara. Em sendo confirmada a indicação de André, o novo presidente sem votos terá no parlamento um líder ficha suja. Respondendo a uma série de processos, Moura acaba de ter a condenação por improbidade administrativa mantida pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Sergipe. Como a decisão é de um colegiado, o deputado cristão enquadra-se na Lei da Ficha Limpa, ficando inelegível por oito anos. Mas, esperar o quê de um governo referendado por políticos da linhagem de Eduardo Cunha, acusado de lavar milhões em paraísos fiscais? Eita Brasilzão sem jeito!

Otimista demais

O vereador aracajuano Adriano Taxista (PSDB) é tão otimista que considera muito boa a lastimável administração do prefeito João Alves Filho (DEM). Apesar do exagerado entusiasmo, o tucano reconhece que “algumas coisas prometidas não se concretizaram, embora muito esteja sendo feito”. E Adriano vai mais além: “Aracaju é um verdadeiro canteiro de obras”. Esqueceu de dizer que a grande maioria está paralisada há muito tempo.

Desafinou

Muitos petistas tentam consertar o estrago causado entre os aliados pelas declarações de Jefferson Lima, secretário Nacional da Juventude Petista. O moço chamou governador Jackson Barreto (PMDB) de golpista. Ontem, o presidente do PT aracajuano, vereador Emmanuel Nascimento, se apressou em ressaltar a lealdade de JB com a presidente Dilma Rousseff (PT). Por sua vez, o presidente do partido em Sergipe, Rogério Carvalho, disse não haver motivos para a legenda não estar junto de Jackson. Só falta expulsarem Jefferson do PT. ôch!

Cara nova

Será hoje a posse do advogado José Carlos Felizola na presidência da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe. O causídico peemedebista substitui o ex-deputado estadual Mardoqueu Bodano (PRB), exonerado após o partido dele ter votado favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Para evitar uma crise com a legenda aliada, o governador Jackson Barreto prometeu arranjar outra “boquinha” no governo para Bodano. E assim vai vivendo a humanidade!

BRT paraguaio

A depender do Ministério Público de Sergipe, o BRT paraguaio só pode funcionar em Aracaju quando, de fato, for implantado pela a Prefeitura, a exemplo do que já ocorreu em outras capitais. Os promotores entendem que uma mera sinalização e simples faixas separando as avenidas não caracterizam o chamado Bus Rapid Transit. Aliás, só o prefeito João Alves Filho (DEM), os técnicos da SMTT e um punhado de apaniguados acham que o BRT se resume a alguns poucos ônibus articulados e ao asfalto pintado de azul e branco. Nem no Paraguai é assim!

Boca porca

Temendo ser processado, o internauta Walmir Meirelles Marques Junior pediu desculpas a Lagarto, a Sergipe e ao juiz Marcel Maia Montalvão. Revoltado porque o WhatApp foi bloqueado, a anta postou um vídeo no Fecebook com declarações preconceituosas. Disse não saber onde fica Lagarto, que Sergipe não é Brasil e chamou o magistrado de pateta. Diante da reação dos sergipanos e das ameaças de processos, o mocorongo jogou a toalha. Mesmo assim, corre o risco de ser condenado a aprender geografia e boas maneiras. Bem feito!

Festa política

O PDT realiza amanhã, convenção estadual para eleger a nova diretoria. Marcado para o plenário da Assembleia, o evento político vai ser prestigiado pelo presidente nacional do partido, ex-ministro Carlos Lupy. O prefeito de Socorro, Fábio Henrique, vai ser reeleito presidente do PDT sergipano. Segundo ele, a nova diretoria será composta por pedetistas de todo o Estado.

Queixa aliada

Até o vereador aracajuano Agamenon Sobral (PP), ardoroso defensor do prefeito João Alves Filho, tem feito criticas a administração municipal. Segundo ele, não existem motivos para a escola pública Anísio Teixeira permanecer fechada, enquanto se gasta dinheiro com ônibus visando levar as crianças para outro estabelecimento. “Não sou engenheiro, mas verifiquei que a escola está em plenas condições de uso”, afirmou.

Proposta afinada

A Banda de Música da Polícia Militar de Sergipe vai ser tombada ao Patrimônio Histórico e Cultural. Pelo menos este é o desejo de seus integrantes. Ontem, eles entregam ao presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (PMDB), uma proposta de tombamento. O peemedebista garantiu que o projeto será aprovado por unanimidade. A Banda da PM tem 172 anos de serviços prestados, é uma das mais antigas do Brasil e a mais velha de Sergipe.

Respeito é bom

E quem não gostou de ser chamado de cínico foi o senador Eduardo Amorim (PSC). Diante da deselegância do também senador Lindbeg Farias (PT) com os colegas, o sergipano reagiu: “Aceito e respeito às diferenças, mas não posso aceitar generalizações e ofensas. Aqui ninguém é melhor do que ninguém”. Tá certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal A Cruzada, em 31 de dezembro de 1966

Resumo dos jornais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa