Aracaju, 17 de setembro de 2021

ONG doa 2 mil livros e gibis a escolas estaduais em Aracaju (Foto: Eugenio Barreto)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Romances de atores consagrados, a exemplo de uma coletânea de livros de Jorge Amado, de Machado de Assis e João Ubaldo, foram doados à unidade de ensino do Estado

Incentivar a leitura e disponibilizar uma fonte de diversão através dos livros é o que pretende a Missão Evangélica Karis, ao doar mais de 2 mil publicações à Escola Estadual Monteiro Lobato, no conjunto Inácio Barbosa e a escola municipal Professor Arthur Fortes, no Jardim Esperança, em Aracaju.

A doação dos livros aconteceu nesta quarta-feira, 4, dentro da programação do projeto “Transformando pela Fé”. São romances de atores consagrados, a exemplo de uma coletânea de livros de Jorge Amado, de Machado de Assis, João Ubaldo, que compunham o acervo da biblioteca de um integrante da ONG.

Carla Surama, diretora da unidade escolar, informou que os livros e gibis serão bem-vindos, já que a escola desenvolve um projeto de leitura com os alunos do ensino fundamental maior. “É mais um incentivo, porque aumenta o acervo da escola e estimula os alunos à leitura”, afirmou.

Os livros foram doados pelo coordenador da ONG Missão Evangélica Karis, Jorge Barbosa, e entregues à diretora da escola, contando com participação de integrantes da Karis e representantes da comunidade escolar.

Segundo o coordenador Jorge Barbosa, faz seis anos que a Missão desenvolve projeto na unidade escolar, ajudando as famílias dos estudantes na prevenção da dependência química e violência, incentivando o protagonismo social e a leitura.

“Objetivamos transformar as crianças em sonhadores, através da leitura. Fazer viajar na literatura, nas atividades lúdicas, como a pintura e o desenho, além de lidar com limites, criatividade e resolução de conflitos, sem abordar drogas”, explicou.

Aventura através da leitura

Nívea Estephany, aluna do 7º ano, disse gostar de ler e destacou que é através dos livros que se aventura em histórias e contos. “Viajo com os personagens. São vários livros diferentes que gosto muito. Vou escolher um para começar a ler”, disse.

O professor de Português, Eribaldo Ferreira dos Santos, ressaltou que os livros e gibis chegaram em bom momento, já que o projeto desenvolvido por ele, de incentivo à leitura, culmina na absorção do conteúdo pelos estudantes e transferência do conhecimento por meio do teatro, da música ou do desenho. “Faz com que o acervo esteja abastecido”, afirmou.

Fonte: Seed

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeitura de Aracaju inicia recuperação da avenida Santos Dumont
CUT denuncia à Adema e Ministério Público Federal fábricas de suco no município de Estância que contaminam meio ambiente
Sesc lança Semana Move na orla de Atalaia em Aracaju
Semana Nacional do Trânsito é aberta em Sergipe