Aracaju, 17 de setembro de 2021

Festa do Caminhoneiro poderá ser em patrimônio cultural (Foto: assessoria)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Projeto de Lei, de autoria da deputada estadual Maria Mendonça (PP) transforma a festa do caminhoneiro, que ocorre tradicionalmente no município de Itabaiana, em patrimônio cultural e imaterial de Sergipe. Protocolada sob o número 35/2016, o PL sugere, ainda, que o evento seja colocado no calendário oficial do Estado de Sergipe. “Incontestavelmente, o que se pleiteia é tão somente que o poder público faça valer um dos seus deveres, quais sejam, incentivar, preservar e valorizar as manifestações culturais nele disseminadas”, justificou Maria. A proposta já foi encaminhada à mesa diretora da Assembleia Legislativa e deve ser apreciada, em breve, tanto nas comissões temáticas quanto em plenário.

A deputada ressaltou que, além de atrair inúmeros turistas dos mais diversos Estados brasileiros, a festa, tem um imenso condão cultural tanto o é que este ano, o evento estará completando 51 anos de existência. “É inconteste a relevância desse festejo no cenário sergipano, bem como dos seus protagonistas diretos, os quais representam uma categoria profissional que tem levado, para todas as regiões brasileiras, o nome não apenas do município de Itabaiana, mas também do nosso Estado”, argumentou Maria.

De acordo com ela “o caminhoneiro, é um trabalhador incansável, desbravador, destemido e que simboliza o maior desenvolvimento da cidade serrana, uma terra eclética, hospitaleira, que oportuniza aos que nela se instalam condições de trabalho e de construção de uma vida digna”. Maria Mendonça lembrou que Itabaiana através de uma propositura de sua autoria já se tornou a Capital Sergipana dos Caminhoneiros, pois proporcionalmente dispõe do maior número de caminhões, bem como ostenta o título de Capital Nacional do Caminhão.

A Festa – Anualmente, de 1º a 13 de junho, Itabaiana diariamente aglutina milhares de pessoas, culminando com uma noite festiva na praça de eventos, onde também se realiza uma grande e importante Feira de Negócios, voltada para o segmento do comércio de caminhão, e shows artísticos.

“Nesse período, a cidade serrana é cenário de grandes negócios, conferindo ao Estado de Sergipe uma visibilidade nacional com foco na atividade de transporte de cargas”, explicou Maria, observando que no dia 12  se comemora a Festa dos Caminhoneiros e “esse dia não representa, apenas, um dia de festejos artísticos, mas é caracterizado como um dia de reencontro, pois esses trabalhadores que atuam no risco das estradas, na solidão, na saudade e na esperança da chegada, fazem desta data,  um momento diferente se  programando para estarem presentes no seio do seus lares”.

Fonte e foto: assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Doações de órgão: chances dos sergipanos precisarem de transplante são bem maiores
Hospital Cirurgia realiza ação para comemorar Dia Mundial da Segurança do Paciente
Preço médio do óleo diesel segue em alta no início do mês de setembro e litro se aproxima de R$ 5,00, aponta Ticket Log
Sergipe mantém vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos, priorizando portadores comorbidades