Aracaju, 27 de setembro de 2021

“RELAÇÃO COM TEMER SERÁ DE INDEPENDÊNCIA”, DIZ RENAN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

da Agência Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta terça (10) que não tratou da formação da equipe ministerial em um eventual governo do vice-presidente Michel Temer, caso a presidenta Dilma Rousseff venha a ser afastada do cargo amanhã (11) pelos senadores. Após reunião com Temer na tarde de hoje, Renan disse que quer manter com Michel Temer “a mesma relação que tem com a presidenta Dilma, de absoluta independência”.

“Acho que não é o caso de o presidente do Congresso Nacional participar da formação de governo. Isso retira a independência do poder [Legislativo]”, afirmou o presidente do Senado, depois de reunião com Temer na residência oficial da Presidência do Senado.

No entanto, Renan admitiu que tratou com Temer de uma possível redução no número de ministérios e cargos comissionados no Poder Executivo e disse que apoia uma reforma do Estado. “Ele, na hipótese de assumir, está muito entusiasmado com essa reforma no Estado”, disse.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Estado inicia pagamento dos servidores públicos nesta quarta-feira, dia 29
Escolas estaduais intensificam preparação para o Enem 2021
Ato Fora Bolsonaro vai ocupar ruas da Coroa do Meio no sábado
Adolescente de 14 anos morre após se afogar em açude no município de Salgado