Aracaju, 22 de setembro de 2021

Programa de Controle do Aedes visitou meio milhão de imóveis (Foto: SMS)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti, visitou nos primeiros quatros meses deste ano 524.813 imóveis, sendo que desse total 400.786 estavam abertos e 124.022 fechados.  Ainda de acordo com os dados da SMS, no mesmo período, foram coletados 19.658 pneus e eliminados 24.139 focos do mosquito transmissor da Dengue, do Zika Vírus e da febre Chikungunya.

Para se ter uma ideia de como os trabalhos de combate ao Aedes aegypti foram intensificados pela Prefeitura de Aracaju (PMA), em todo o ano passado foram realizadas 879.095 visitas. Ou seja, os números mostram que somente no primeiro quadrimestre de 2016 já foram visitados 59,7% do total de imóveis visitados em 2015.

A coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti, Taíse Cavalcante, explica que o reforço nas ações de combate ao mosquito trouxe resultados positivos. “A SMS vem realizando um trabalho de visitação constante, de segunda a sexta, além de Força Tarefa aos sábados, para reduzir cada vez mais o índice de infestação do Aedes aegypti. No 2º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, realizado em março, o índice de infestação na capital foi de 0,9, valor considerado como “baixo risco”, o menor já registrado nos últimos oito anos. Na semana passada, realizamos a coleta do 3º LIRAa e a nossa expectativa é que os resultados continuem bons”.

Ainda de acordo com a coordenadora, a população também tem se empenhado bastante no combate ao mosquito. “Nós temos observado que as pessoas estão se preocupando mais em manter suas casas limpas e livres de possíveis focos. Além disso, a população também está fazendo denúncias na Ouvidoria da Saúde, através do número 156. Este ano, recebemos 20 denúncias de casas abandonadas, em 14 delas foi possível encontrar o proprietário para auxiliar na abertura do imóvel, nas outras seis foi preciso a ajuda de um chaveiro para que as equipes pudessem realizar o trabalho”.

Dengue, Zika Vírus e febre Chikungunya

Em março deste ano, foram notificados 509 casos de doenças relacionadas ao Aedes aegypti: 238 de dengue, 198 de Chikungunya e 73 de Zika Vírus. Já no mês de abril, foram 261 notificações, sendo 106 de dengue, 137 de Chikungunya e 18 de Zika Vírus. Na comparação entre os dois meses, a redução no número de casos notificados das três doenças foi de 48,72%.

Ações de combate ao Aedes aegypti

Entre as principais ações de combate ao Aedes aegypti desenvolvidas pela SMS estão: intensificação da coleta de pneus; monitoramento dos pontos estratégicos a cada 15 dias; realização de bloqueio de casos: fumacê costal até 300 metros do caso suspeito; inspeção das casas que estão para alugar; visitação dos imóveis de cada bairro; mutirões de limpeza urbana em parceria com a Emsurb; busca ativa de casos suspeitos de Dengue, Chikungunya e Zika e investigação de casos e óbitos.

Fonte: AAN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Câmara Municipal de Aracaju aprova 17 proposituras nesta quarta-feira
Senar Sergipe abre inscrições para o curso de frangos e galinhas
Região Nordeste registra etanol mais caro do País nos primeiros dias do mês, aponta Ticket Log
Em nota, SSP diz que o delegado Marcelo Hercos permanece em estado grave, intubado e sedado