Aracaju, 21 de janeiro de 2022

SEMA: CERTIFICADOS DE CADASTRO ENTREGUES A EMPRESAS TRANSPORTE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

O assessor tecnico da Sema, Roberto Pacheco, secretário Eduardo Matos e o diretor do DCA, José Rosa e o assessor técnico Roberto Pacheco

clique para ampliarOs novos cadastrados para transporte de RCCV de Aracaju

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), através do Departamento de Controle Ambiental, entregou nesta quinta-feira (12), os certificados de cadastro de nove empresas que prestam serviços de transporte de resíduos sólidos da construção civil e volumosos de Aracaju.

Na ocasião, o diretor do DLA, José Rosa Felipe, destacou a importância desse cadastramento para as empresas e a responsabilidade assumida em prestar o serviço de transporte de resíduos de acordo com a Lei Municipal 4.452/2013. Ele também pediu a colaboração dos empresários para que denunciem as empresas que não procuraram se regularizar. “ Lixo hoje é um problema mundial. Existem leis e normas para que possamos cuidar desse problema, só assim nossos filhos poderão ter um futuro nesse planeta”, conclui.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Eduardo Matos, destacou durante a entrega dos certificados que a regularização além de dar tranquilidade para aqueles que estão de acordo com a Lei, também têm algumas vantagens, como a possibilidade de participarem de licitações.

O empresário Laelço Lima Vieira tem uma empresa em Nossa Senhora do Socorro e ,agora, também em Aracaju. A certificação do cadastro da sua empresa na Sema foi a primeira providência para expandir seu negócio.  “O cadastramento é um avanço. Desta forma, teremos uma concorrência mais justa”, diz o empresário, referindo-se ao cumprimento das mesmas normas por todos, fato que,  inclusive, pode influenciar na política de preços   do  setor. “ Não vai ter muita variação, ou seja alguns no preço justo e outros muito abaixo, porque não cumprem com a legislação”, diz o empresário.

Orientações

As nove empresas recém cadastradas, de acordo com a Lei Municipal 4.452/2013 e a Resolução Municipal  nº4/2014, deveram seguir algumas diretrizes para o de transporte de RCCVs , com por exemplo, suas caçambas estacionárias deverão conter número de identificação, sendo enumerada com o número do alvará de funcionamento expedido  pelo município de Aracaju, número sequencial da caçamba e também a identificação;  fazer  transporte dos resíduos portando documento do Controle de Transporte  de Resíduos; instalar dispositivos de monitoramento nos caminhões, entre outras.

Fonte: Sema

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Encontro de Cosplay: atração do fim de semana reúne os amantes da cultura geek
Três jogadores do Confiança testam positivo para a covid-19
Fósseis de animais históricos encontrados em Gararu
BBB 22: o que fazer com o prêmio de R$ 1,5 milhão