Aracaju, 19 de janeiro de 2022

Assistidos pela Cohidro poderão receber assistência técnica (Foto: ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Prestes a entrar em operação no Estado, a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) está selecionando municípios sergipanos para a aplicação do programa em que grupos de 20 agricultores irão receber, por dois anos, atendimento técnico individualizado e capacitações coletivas, principalmente na gestão técnica econômica de propriedades rurais. Serão três ramos de produção agrícola os atendidos em Sergipe: o de gado de leite – Programa Sertão Empreendedor em parceria com o Sebrae – o da Citricultura e também na área da Horticultura.

Os Perímetro Irrigado Piauí, administrado pela Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) em Lagarto, dispõe de número de produtores irrigantes suficientes para compor um destes grupos atendidos pela ATeG voltada à Horticultura, tanto na convencional quanto na orgânica, defende a gerente do polo agrícola, Gilvanete Teixeira. “Atendemos 421 agricultores com irrigação e parte considerável deles se dedicam a produção de hortaliças. Temos agricultores convencionais que utilizam produtos químicos, os que têm intenção de parar o uso e os que já são orgânicos”.

Para Gilvanete, um grupo considerável de agricultores poderia ser formado, se reunir os orgânicos com aqueles que têm a intenção de fazerem a conversão para o método agroecológico. “Vamos repassar ao Senar-SE uma lista com os agricultores propensos a receberem a atenção do projeto”, informou. Hoje existem 11 produtores com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Perímetro Piauí, que formam um Organismo de controle Social (OCS) com autorização à venda direta de alimentos sob a especificação de orgânicos.

A possibilidade de o Piauí ser inserido no projeto da ATeG se deu com a visita, ao polo de irrigação, da coordenadora do programa de Assistência Técnica e Gerencial do Senar-SE, Luana Aragão, nesta terça-feira, 11. Ela veio conhecer e cadastrar o polo agrícola como uma possível localidade a receber o atendimento. “Serão visitas de 4h mensais a cada agricultor e pecuarista, isso acrescido ainda de cursos para capacitações em empreendedorismo rural. Como programa terá duração de quatro anos, e possível que os municípios atendidos possuam dois grupos, com 20 produtores cada”, explicou.

Para o presidente da Cohidro, José Carlos Felizola Filho, o Perímetro Irrigado reúne características suficientes para receber o serviço do Senar. “O perímetro irrigado possui quase 30 anos de existência e há 20 anos tem agricultor produzindo sem o uso de agrotóxicos. Capacidade de produção, durante todo ano, eles têm com a irrigação pública oferecida pelo Governo do Estado. Um apoio gerencial como este, para transformar em negócio a atividade rural, só tende a melhorar a capacidade de geração de renda para esses agricultores, suas famílias e trabalhadores rurais. Iniciativa que será bem-vinda”, considerou.

Diretor de Irrigação da Cohidro, João Quintiliano da Fonseca Neto, vai mais longe e considera que o empreendedorismo pode consolidar o cultivo de orgânicos no perímetro irrigado. “Às vezes, o que falta é apoio com um programa desses, para que o agricultor possa aderir completamente à ideia de produzir sem os agrotóxicos. Isso vale também para quem já é orgânico, pois a comercialização diferenciada, do produto, ainda é o maior obstáculo a ser superado por quem escolheu esse método de cultivo. Saber como vender o orgânico ainda é uma dificuldade, tanto para o produtor como para o consumidor entender o porquê da diferença no preço em função da qualidade do produto final. O que muitas vezes desestimula o agricultor”, concluiu.

Fonte Cohidro, com informações da Assessoria de Comunicação do Senar/SE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Secretaria de Estado da Saúde lança o Selo Família Vacinada
Programa Sinal Vermelho reforça o combate à violência doméstica
Agricultores de 17 municípios receberão o seguro do Garantia-Safra
Edvaldo: “Com novo Centro de Especialidades Odontológicas, serviços de saúde bucal terão ainda mais qualidade em Aracaju”