Aracaju, 26 de setembro de 2021

Uma mulher que foi assassinada pelo próprio marido, que atirou contra ela, gravou o áudio do crime com seu telefone celular

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Uma mulher que foi assassinada pelo próprio marido, que atirou contra ela, gravou o áudio do crime com seu telefone celular, anunciaram autoridades americanas do estado da Pensilvânia (EUA), nesta quinta-feira. De acordo com informações da agência “AFP”, Wesley Webb foi morta no último dia 2 de maio. Ela usou um aplicativo de seu smartphone para gravar a briga com o companheiro, Keith Robert Smith. No entanto, acabou registrando também o momento em que foi baleada pelo homem e morreu. Os três filhos da vítima estavam em casa.

Segundo a agência de notícias, após o som do tiro, é possível ouvir Smith dizer à esposa: “O que acha disso? É onde fomos parar”. Ainda nesta quarta-feira, promotores acusaram o homem de homicídio. “Este foi um assassinato selvagem, egoísta e covarde”, condenou o promotor Thomas Hogan do distrito do Condado de Chester, que acompanha o caso.

 

Segundo as autoridades, Smith e a mulher entraram em atrito depois que ela decidiu sair de casa e levar as crianças. Enquanto ela se preparava para fugir, o homem pegou a arma e atirou. O homem ainda disparou contra si mesmo, numa tentativa de suicídio que não deu certo. Ele foi levado a um hospital e liberado.
Uma campanha na internet foi criada para que sejam arrecadados fundos para bancar o funeral da mulher e ajudar seus três filhos.

Fonte: globo.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe recebeu neste sábado 10.250 doses de vacina contra covid-19, da AstraZeneca
Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF