Aracaju, 1 de agosto de 2021

Cooperação técnica beneficiará 3 mil produtores do semiárido (Fotos: Pritty Reis)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Seidh, Seagri e Emdagro investem mais de R$ 5 milhões em sementes e mecanização

Três mil pequenos produtores sergipanos serão beneficiados com a distribuição de sementes e mecanização da lavoura, oriundas de um investimento de R$ 5.093.700 feito pelo Governo de Sergipe. Isso será possível através do Termo de Cooperação Técnica assinado nesta terça-feira, 17, entre a Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh), a Secretaria de Estado Agricultura do Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) e a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro).

A Seidh disponibilizará os recursos por meio do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Facep) para os programas voltados à preparação do solo e à distribuição de sementes graníferas, hortaliças e essências florestais, tendo em vista a prestação de assistência aos pequenos agricultores familiares, que se encontram em situação de vulnerabilidade social.  Segundo a secretaria Marta Leão, a parceria é fundamental para melhorar a vida desses trabalhadores rurais.

“Ficamos muito gratificados em assinar mais esse termo em benefício dos nossos pequenos produtores. Depois do programa de incentivo à produção de palma forrageira, essas duas cooperações vêm para complementar a atuação conjunta desses três órgãos no sentido de favorecer esses sertanejos que, com tanta garra, levam dignamente a sua vida no campo”, pontua a secretária.

De acordo com o secretário da Agricultura, Esmeraldo Leal, a parceria entre as secretarias já está consolidada. “Acabamos de assinar mais uma vez esse convênio envolvendo a Seidh, a Seagri e a Emdagro. Hoje, especificamente, nós tratamos a respeito de mecanização e sementes – dois programas extremamente importantes, que estão atrelados ao Programa Garantia Safra. Com isso, a gente passa a ter condições efetivas de liberar as horas-máquinas para o semiárido sergipano, região que precisa de grande apoio do Estado”, explica.

A Emdagro ficará responsável pelo gerenciamento e acompanhamento dos serviços, e pela assistência técnica. Por isso, o diretor-presidente Jefferson de Carvalho considera que a atuação é imprescindível para o trabalho dos pequenos agricultores. “Esse é o prosseguimento de um programa de sucesso que está fortalecendo a agricultura familiar, que hoje é responsável por quase 90% das propriedades de Sergipe. O Governo do Estado mostra sua preocupação com esses trabalhadores. Através da liberação dos recursos, poderemos fazer a distribuição de sementes, contratação dos serviços de tratores, demais máquinas e operadores. Sem esse recurso não teríamos condições de chegar a tanto”, conclui Carvalho.

Da assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Policiais do Tático prendem suspeito de tráfico no Santa Maria
Boletim do coronavírus em Aracaju: 198 casos e nenhum óbito
Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.395 da Mega
Prefeitos e lideranças aprovam “união” de André Moura e Fábio Mitidieri