Aracaju, 3 de agosto de 2021

Ipesaúde aplica 2,7 mil doses da vacina contra a gripe (Foto: assessoria)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Desde o último dia 30 de abril, quando o Ipesaúde participou da mobilização nacional do Dia “D” contra a gripe influenza, o posto de vacinação existente na sede da autarquia já aplicou mais de 2.700 doses da referida vacina, imunizando os integrantes do chamado “grupo prioritário” e os servidores que compõem o grupo dos trabalhadores da saúde. A vacinação contra a gripe permanece até a sexta-feira, 20.

A meta inicial era imunizar o chamado ‘grupo prioritário’, composto por crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), idosos (a partir de 60 anos), trabalhadores da saúde, povos indígenas, população privada da liberdade e seus funcionários, além de pessoas com doenças crônicas.

Mãe da pequena Maria Luísa, de 6 meses, a senhora Maria de Oliveira Carvalho, atendeu ao chamado da campanha e trouxe sua caçula para receber a vacina. “Eu ouvi no rádio a informação sobre essa vacinação e acho muito importante que todos os pais tenham essa preocupação de imunizar seus filhos. Essa gripe tem causado preocupação e nada melhor que livrarmos nossos filhos desse problema”, relata a senhora, que é esposa de um servidor da Secretaria de Estado da Educação.

Segundo ela, todo o calendário vacinal de seus filhos (o bebê e outro filho de sete anos de idade) é cumprido no posto de vacinação do Ipesaúde. “Sempre trago meus filhos para vacinar aqui. Por isso, achei muito importante trazer minha filha para esta vacinação, complementando o que venho fazendo todos os meses de acordo com o calendário dela. Sempre sou bem atendida e conto com todas as informações”, complementou a mãe, que acaba de concluir o calendário vacinal da criança nos seus primeiros seis meses de vida.

O posto de vacinação na sede do Ipesaúde, à rua Campos, 177, bairro São José, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.

Prevenção

Uma série de medidas preventivas, além da vacinação para os grupos prioritários, vem sendo divulgadas em todo o país para evitar a transmissão da gripe Influenza e outras doenças respiratórias. Ações simples, como lavar as mãos sempre antes de se alimentar, utilizar lenços descartáveis para a higiene nasal, evitar tocar as mucosas de olhos, nariz e boca; cobrir o nariz e a boca quando tossir ou espirrar, além de buscar manter os ambientes ventilados e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Por Adiberto de Souza

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Eduardo participa de solenidade para cidade mais sustentável
“O PSB se organiza para ser mais uma vez protagonista”, afirma Valadares Filho
Ao visitar a Estre Ambiental, Sergas analisa a possibilidade de aproveitar  o Biogás
Operação Fio da Meada: PC cumpre mandado de busca e apreensão em Nossa Senhora das Dores