Aracaju, 1 de agosto de 2021

EX-PRESIDENTE DO CARF É OUVIDO CPI NA CÂMARA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

da Agência Brasil

Começou há pouco a sessão da Comissão Parlamentar de inquérito (CPI) que investiga suspeitas de favorecimento a empresas devedoras da Receita Federal nos julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), destinada a ouvir o ex-presidente da entidade Edison Pereira Rodrigues e sua filha Meigan Sack Rodrigues.

Sócios do escritório Rodrigues Advogados, pai e filha participaram de suposto esquema para beneficiar a empresa Laser Tech Comércio e Importação de Eletrônicos nos julgamentos do tribunal. Os dois chegaram à CPI respaldados por um habeas corpus preventivo.

Apesar de responder as perguntas iniciais feitas pelos deputados, Edison se negou a responder a algumas perguntas sobre como sua filha se tornou conselheira do Carf. Segundo ele, a nomeação foi por iniciativa dela e não houve qualquer indicação por parte dele. “Ela foi lá e se inscreveu. Não fiz qualquer indicação”, disse.

“O pedido foi feito diretamente na CNC [Confederação Nacional do Comércio]. Foi o que fiz. Tinha acabado o doutorado e tenho um currículo bom. Enviei e participei da lista tríplice. Foi assim que entrei em 2003 e fiquei até 2006”, disse Meigan.

Entre os sete crimes investigados, estão supostas práticas de associação criminosa, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. Segundo os investigadores, uma conversa gravada com autorização da Justiça em setembro do ano passado mostra que o ex-presidente do Carf considerava traidor quem votava contra os interesses do grupo.

Estão previstos também depoimentos do lobista Guilherme Pollastri Gomes da Silva e do advogado Tharyk Jaccoud Paixão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa