Aracaju, 26 de outubro de 2021

Governo vai cadastrar mais 217 famílias em programa de moradias (Marcos Rodrigues)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Jackson Barreto informou que o cadastramento observará todos os requisitos legais previstos no programa Minha Casa Minha Vida, que financiará o empreendimento

Nesta quarta-feira, 25, o governador Jackson Barreto assinou um Protocolo de intenções, celebrado entre o Estado de Sergipe e a Central de Movimentos Populares (CMP/SE), para garantir a inclusão de 217 famílias sem teto nos programas de moradias populares. Trata-se das pessoas que ocupavam a área do antigo Frigorifico de Sergipe, às margens da BR-235.

Em audiência, que contou com a participação da coordenadora nacional do CMP, Roseane Patrício, do secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Bezerra, e do procurador do Estado, Arthur Borba, Jackson Barreto informou que o cadastramento observará todos os requisitos legais previstos no programa Minha Casa Minha Vida, que financiará o empreendimento.

“Essas famílias serão cadastradas no programa social de habitação que prevê a construção de moradias populares localizadas em Nossa Senhora do Socorro, denominado conjunto habitacional 1º de Maio, no Marcos Freire II”, disse.

Cabe agora à Central orientar as famílias quanto ao fornecimento de documentos para o cadastro. Segundo a coordenadora do CMP, Roseane Patrício, havia duas ações contra o Estado em andamento na justiça, devido a não inclusão das famílias no residencial Senador José Eduardo Dutra, no Porto D’Anta, mas com o protocolo assinado hoje elas serão retiradas.

“Estamos saindo daqui muito felizes, porque temos um protocolo assinado pelo governador na mão e isso é muito importante, pois não tínhamos nada formalizado. Agora vamos à justiça retirar todas as causas que a gente colocou e informar que o governador do Estado realmente tem compromisso com as pessoas que não têm moradia”, informou.

1º de Maio

O secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa, explicou que o Governo Federal tem novas diretrizes para os empreendimentos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida 3, e a Seinfra aguarda para que possa se adequar e fazer o chamamento público para o conjunto habitacional em questão. As casas ficarão próximas à escola profissionalizante que o governo está construindo.

“O governador Jackson Barreto já foi ao Governo Federal atrás dos recursos para a construção das mais de 1.100 unidades no 1º de Maio. Toda a infraestrutura já está pronta, as ruas calçadas, as quadras divididas. A união ficou de analisar e com essas atualizações nós publicaremos o chamamento público, que uma modalidade diferenciadas de licitação onde vamos escolher as empresas que são qualificadas. Se elas passarem por todas as exigências, entregaremos à Caixa Econômica o processo. Com esse resultado, daquelas empresas que se enquadram nestes perfis, nós entregaremos a Caixa e a partir daí o banco vai dizer quem é a vencedora”, disse Barbosa.

Ascom ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Talysson de Valmir busca investimentos para Sergipe
Maria do Carmo defende o empoderamento feminino
PC prende suspeitos de roubo de motocicleta praticado em Socorro
Pré-candidatos plantam verde