Aracaju, 18 de outubro de 2021

Sergipanos conquistam medalhas no Curitiba Open Jiu- Jitsu (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Lívia Lessa

Os estudantes atletas Emanuel Isaque Oliveira Santos, aluno do Colégio Estadual Joaquim Vieira Sobral, e Yuri Eduardo Pereira Braz, do Colégio Estadual Professor João Costa, participaram, no último final de semana, dias 21 e 22, do Curitiba International Open Jiu-Jitsu.

Os jovens retornaram para Sergipe com medalhas e com a vivência por terem participado de um campeonato de alto nível.

Para Yuri, a participação no evento só foi possível por causa do apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seed). Ele reconhece que foi muito importante para a sua carreira ter conseguido êxito em um evento internacional.

O estudante já possui um total de 32 medalhas, sendo:  15 de ouro, sete de prata e 10 de bronze. “Conquistei três medalhas de ouro, prata e bronze. Levei o 1° lugar  na categoria sem kimono Nogi, o 2° na categoria de kimono e o 3° no absoluto Nogi, ou seja, sem kimono”, relembra o atleta.

O jovem Emanuel Isaque Oliveira, que lidera o ranking local no peso pena, também trouxe excelentes resultados para Sergipe. Ele conquistou o 2° lugar na categoria sem kimono Nogi, o 3° no absoluto e o 3° na categoria peso pena.

“Reconheço e agradeço o apoio do secretário de Estado da Educação,  professor Jorge Carvalho, à professora Maria Auxiliadora Pires e ao meu mestre e treinador Ivan Lima. Sem o incentivo deles a caminhada teria sido muito mais árdua”, reconhece Emanuel.

O estudante conta com histórico de muitas vitórias. São 32 medalhas, sendo 12 de ouro, sete de prata e 13 de bronze. “Pela segunda vez participei do evento e o resultado foi significativo. Pretendo continuar treinando para conquistar o meu objetivo, que é ser um campeão mundial”, disse.

Apoio da Seed

De acordo com a diretora do DEF, Maria Auxiliadora Pires, a prática esportiva abre muitos horizontes, e esses estudantes são atletas que treinam, se dedicam e trazem bons resultados para o Estado.

“Acreditamos na inclusão através do esporte. Ele cria lastros que são levados por toda a vida”, salienta.

A Seed, por meio do Departamento de Educação Física, viabiliza a participação dos talentos sergipanos do esporte nas mais diversas modalidades em eventos nacionais e internacionais. Dessa maneira, os jovens estudantes da rede estadual têm a oportunidade de melhorar seu  condicionamento físico e nível técnico.

Assessoria de Comunicação da SEED

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju anuncia antecipação da vacina da Pfizer e ampliação dose de reforço a partir desta segunda
Homem morre após ser atropelado na BR-101 no município de Capala
Seduc inicia Simula Enem presencialmente a partir desta segunda
Dia do Médico: Novos desafios da categoria após a pandemia