Aracaju, 19 de setembro de 2021

OBRAS TERMOELÉTRICA DE SERGIPE TERÃO INÍCIO NO MÊS DE JULHO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Unidade tem capacidade de gerar metade da energia produzida pela hidroelétrica de Xingó. O investimento total é de R$5,4 bilhões

A Usina Termoelétrica Porto de Sergipe começa a ser construída em julho. A notícia foi confirmada pelos representantes do Grupo GenPower, da Golar e do Fundo de Investimentos Stonepeak Infrastructure Partners na tarde desta quarta-feira, 25, em reunião com o governador Jackson Barreto. A unidade, localizada na Barra dos Coqueiros, gerará energia a partir do gás natural. Com a implantação da usina serão criados cerca de 1.700 empregos e produzidos 1,5 gigawatts (GW), metade da energia gerada pela hidroelétrica de Xingó, só nesta primeira fase. A previsão é que as obras durem 36 meses e que em 2019 a Usina Porto de Sergipe I seja entregue para iniciar o funcionamento em 2020, como previsto no projeto original. O investimento na primeira etapa é de U$ 1,3 bilhões (mais de R$ 4,67 bilhões na cotação de hoje).

“Os investidores americanos vieram verificar in loco o andamento do projeto. A gente tem que ser bastante afirmativo e mostrar que o Estado participa do empreendimento, pois Sergipe precisa se desenvolver, criar expectativa para o futuro, gerar emprego para as novas gerações. Estamos preparando o estado para um salto de qualidade do ponto de vista do seu desenvolvimento”, disse Jackson.

Os investidores reforçaram também a possibilidade de ampliação do projeto. “Esse projeto foi desenvolvido primeiramente com o projeto Porto de Sergipe, que é de 1,5 gigawatts (GW), mas com a ampliação do projeto, ele iria até 2, 9 GW. A nossa ideia é que entre 2017 e 2018 possamos colocar também os outros dois projetos adiante, o Laranjeira I e Governador Marcelo Déda”, afirmou o presidente da GPower, Marcos Grecco.

Em abril, o governador Jackson Barreto participou da cerimônia de assinatura de acordo entre as empresas Golar/Genpower e a Exxon Mobil para fornecimento de gás natural para a Usina Termoelétrica Porto de Sergipe. O evento, realizado no Rio de Janeiro, foi um passo significativo para a implantação da UTE Porto de Sergipe.

A Golar/GenPower Brasil Participações S.A. é uma joint venture formada pela britânica LNG Power Limited, uma subsidiária da Golar LNG Limited e a GenPower Participações S.A.

A Exxon Mobil é uma das maiores fornecedores de gás natural do mundo e vai implantar uma unidade flutuante de regaseificação de gás que funcionará no Terminal Marítimo Ignácio Barbosa (Porto de Sergipe) para atender o projeto.

Desde 2013, a GenPower dicute com o Governo do Estado uma alternativa para implantar uma unidade de geração de energia em Sergipe. As tratativas evoluíram e culminaram com o sucesso alcançado no Leilão A-5 de Energia de abril de 2015, que ensejou a futura implantação da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe.  O projeto consolida a vocação de fornecedor de energia que Sergipe possui para o restante do país.

O Grupo GenPower tem projetos para instalação de mais duas Usinas Termelétricas, a Laranjeiras e a Governador Marcelo Déda, que serão disponibilizadas em leilão de energia a ser realizado em novembro de 2016. Os três projetos têm capacidade de geração de 2.942 MW, com investimento de US$ 1,5 bilhão na construção das três plantas. O projeto recebe apoio do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) e já possui licença prévia expedida pela Adema para instalação de um complexo de termelétricas.

Fonte: ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Mulher é presa em flagrante pelo Denarc com centenas de munições, fuzil e drogas
Prefeitura realiza quarta edição especial do Programa Praia Limpa
Semana Acessibilidade terá roda de conversa e entrega Troféu
Bricelets: herança das freiras que viveram em clausura no convento