Aracaju, 3 de agosto de 2021

SSP MONTA ESQUEMA SEGURANÇA PARA A PASSAGEM DA TOCHA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta sexta-feira, 27, a Secretaria da Segurança Pública, juntamente com a Secretaria da Saúde, apresentou a estrutura que será disponibilizada pelos dois órgãos para promover um ambiente pacífico e seguro no revezamento da chama Olímpica Rio 2016, em Sergipe, nos dias 28 e 29 de maio.

As estratégias definidas no Plano Tático Integrado de Segurança para o revezamento da Tocha foram apresentadas, tendo inclusive sido reativado na última terça-feira, 24, o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) que passa a funcionar até a finalização do evento no Estado no dia 29 de maio.

Delegado André BarontoO  coordenador Regional de Segurança do evento, delegado André Baronto, destacou a presença dos 600 profissionais, envolvendo também os servidores da saúde. “ Além das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, contaremos também com o apoio das polícias Federal e Rodoviária Federal, da Marinha, Exército e Guardas Municipais, nos municípios onde elas existirem. Todas as forças integradas para dar tranquilidade à população que participará do evento”, destaca Baronto.

Chefe da 5ª Seção do EMG da PM/SEDos cerca de 600 profissionais, 326 são policiais militares atuando diretamente no grande evento. “Além desses, a sociedade sergipana contará com o policiamento ordinário, reforçado pelas unidades especializadas. No interior, o Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati) e a Companhia Especializada de Operações em Área de Caatinga (Ceopac) reforçarão os batalhões de área. O Choque, a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), Comando de Operações Especiais (COE) e o Grupo Especial Tático de Motos (Getam) também integrarão o esquema tático”, destaca o chefe da 5ª Seção da PM, tenente coronel Paiva.

No interior do Estado, o policiamento será coordenado pelo tenente-coronel Iranildo Campos e em Aracaju pelo comandante do Policiamento Militar da Capital (CPMC), tenente-coronel Vivaldy Cabral. A Guarda Municipal também auxiliará reforçando a segurança, tanto da tocha, quanto do circuito com quatro equipes no serviço de motopatrulhamento e dos eventos secundários que ocorrem na cidade.

Coordenador do GTAReforçando o esquema tático, o Grupamento Tático Aéreo (GTA), coordenado por Virgílio Dantas, utilizará o helicóptero, como plataforma de observação para acompanhamento de todo o trajeto e reforço às unidades terrestres em possíveis ocorrências. A partir das 6h do dia 27, cerca de 10 operadores estarão disponíveis, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

A aeronave, equipada para atender ocorrências graves, visa efetivar o transporte aéreo das vítimas pelo GTA, após acionamento via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A secretária Estadual de Saúde, Conceição Mendonça, detalha a participação no evento. “Contaremos com veículos equipados para dar apoio a qualquer ocorrência que surja no percurso das seis cidades envolvidas. A SES em parceria com as secretarias municipais fortaleceu todas as unidades de saúde, hospitais regionais, hospitais locais, salas de estabilização, tudo orquestrado e monitorados por meio do Samu na Central de Regulação de Urgência, para que a população tenha segurança e tranquilidade para aproveitar a passagem.

Primeira vez na América do Sul

O Brasil é o primeiro país da América do Sul a receber a chama Olímpica. Toda uma mística envolve o fogo Olímpico, a começar por sua relação com os deuses gregos da antiguidade. Para garantir a tradição, a chama é acesa em Olímpia, Grécia, no templo de Hera, em uma cerimônia que recria o método usado no passado.

Os números que envolvem o revezamento são gigantescos, a começar pelo percurso: 19.700 km percorridos em 91 dias e noites por várias cidades e capitais do Brasil. O percurso está dividido em três grandes trechos: o primeiro entre Brasília/DF e Teresina/PI percorrido entre os dias 3 de maio a 10 de junho. Os seis municípios sergipanos estão nesse primeiro trecho.

O segundo trecho será aéreo de Teresina a Campo Grande/MS e o terceiro e último trecho vai de Campo Grande ao Rio de Janeiro. Cerca de 12 mil carregadores previamente selecionados vão carregar a tocha por mais de 300 cidades do país, atingindo mais de 91 milhões de brasileiros.

Fonte e foto: Ascom SSP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

UFS registra média anual de quase 19 pedidos de patentes desde 2011
PL inclui surdo unilateral nas cotas para deficientes em concursos públicos
Eduardo participa de solenidade para cidade mais sustentável
“O PSB se organiza para ser mais uma vez protagonista”, afirma Valadares Filho