Aracaju, 22 de setembro de 2021

Você sabe a origem do frango que consome? (Foto ascom Sema)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Muitas pessoas consomem frangos e não sabem a sua procedência. Essa, no entanto, é uma preocupação constante da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), que vem fiscalizando abatedouros na capital, a fim de impedir estabelecimentos clandestinos. Nesses locais, os frangos são abatidos de forma irregular e isso acarreta em consequências desastrosas para saúde.

No ano passado, seis abatedouros clandestinos foram fiscalizados e notificados pelos ambientalistas da Sema em Aracaju. Já neste ano, de janeiro até agora, nove denúncias chegaram à Sema. De 2015 até hoje, cinco abatedouros clandestinos foram interditados sem condições de funcionamento.

A falta de higienização é um dos principais problemas desses abatedouros que operam clandestinamente. Aparelhos de abate enferrujados acabam favorecendo a contaminação da carne. Além disso, existe outro problema sério: as vísceras e resíduos dos frangos, em geral, são descartados irregularmente, afetando o meio ambiente. Os dejetos são atirados em rios, córregos e até na rede de esgoto.

A Sema segue a Lei Municipal 4.145/2012, que proíbe a instalação e funcionamento de abatedouro de aves ou quaisquer animais nas zonas residenciais de Aracaju, salvo quando atendidas as exigências da legislação ambiental e sanitária.

Caso encontre um abatedouro atuando clandestinamente em residências ou em qualquer outro local inapropriado, denuncie. Ligue para Sema pelos telefones: 3225-4150/3225-4151. As denúncias podem ser efetuadas também no órgão, que fica localizado na Avenida Pedro Paes de Azevedo, nº 853, Bairro Salgado Filho.

Fonte assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Internação de idosos por covid reforça importância do reforço
Goretti detalha visita a CG que sediará Conferência da Unale
Dois homens acusados de balear o delegado Marcelo Hercos são presos em Aracaju
Aracaju inicia imunização da população de 15 anos e vacina mais 11.065 pessoas