Aracaju, 28 de setembro de 2021

Ato em protesto aos casos de estupro acontece em Aracaju (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Praça da Catedral será palco da concentração de dezenas de mulheres que marcharão nesta quarta-feira, dia 1º, em repúdio a cultura do estupro. Os casos tem crescido e ganhado visibilidade, a ação que faz parte da campanha ‘Por Todas Elas’ foi motivada após o último caso bárbaro ocorrido no Rio de Janeiro, onde 33 homens estupraram uma adolescente de 16 anos.

O ato é fruto da indignação de mulheres, organizadas ou não em movimentos feministas, que entendem a importância de tomar as ruas como forma de enfrentamento aos casos de estupro e outras formas de violência cometidas contra as mulheres. Os dados mostram que a cada dois minutos cinco mulheres sofrem violência doméstica e mais de cinquenta mil mulheres são estupradas por ano, fora os milhares de casos que não estão nas estatísticas.

Para a preparação do ato também acontecerá a confecção de cartazes na terça-feira, 31, às 15h na Praça da Catedral e terá continuidade no dia do ato, durante a concentração para a saída. Além do diálogo com a população sobre as formas de violência contra a mulher, a ação contará com intervenções artísticas e poéticas. O ato segue em direção ao terminal do Centro, passando pelo Calçadão e termina no IPHAN onde acontecerá uma cultural com música e intervenções artísticas.

“Ato por todas elas!”

Quando: Quarta-feira, 1º de junho.

Onde: Concentração Praça da Catedral

Horário: 16hs

Por: Laila Thaíse Batista de Oliveira.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Samuel decidirá adiar casamento com Zayla em ‘Nos Tempos do Imperador’
Juliette recebe Pabllo Vittar no ‘TVZ’: ‘Fico hipnotizada quando olho pra ela!’
Larissa Manoela sai do mar de maiô cavado e ganha curtida de affair
Aos prantos, Luisa Mell relembra violência médica: “Não quero viver assim”