Aracaju, 21 de setembro de 2021

PF DEFLAGRA OPERAÇÃO CLÃ E LEVA EX-DEPUTADO DE FORMA COERCITIVA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (2) a Operação Clã, que investiga uma organização criminosa suspeita de interferir e cobrar taxas para a concessão de lotes da 4ª etapa do programa Habitacional Riacho Fundo II – cidade do Distrito Federal. Ao todo, são cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e três conduções coercitivas. O ex-secretário de Habitação do DF e ex-deputado federal Geraldo Magela (PT) foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento. Ainda são investigados servidores públicos, membros de associações e empresários do ramo da construção civil.

As suspeitas recaem sobre integrantes de associações, que, segundo a Polícia, manipulavam a escolha dos beneficiários do programa, cobrando valores, além de condicionar o recebimento do terreno à contratação de determinadas construtoras ligadas ao grupo para a realização das obras. De acordo com as investigações, as negociações fraudulentas foram praticadas “com a aparente conivência da Direção da Secretaria de Habitação (Sedhab), à época”.

De acordo o delegado Guilherme Siqueira, a Polícia Federal investiga um termo aditivo assinado por Geraldo Magela, quando ele era secretário de Habitação, no governo Agnelo Queiroz, dando poder de escolha e fiscalização do Programa Minha Casa Minha Vida, no Riacho Fundo II, para 206 associações. Segundo o delegado, o termo “causou um estranhamento”.

As investigações mostram que duas construtoras de médio a pequeno porte monopolizavam as obras na região. “Funcionários das associações trabalhavam nas construtoras”, disse Siqueira. Eles cobravam taxas de R$ 10 mil a R$ 15 mil para adiantar a liberação dos lotes. As construções dos prédios começaram em 2011. O projeto é uma parceria entre a União, Distrito Federal e sociedade civil organizada, destinado à concessão de lotes a famílias necessitadas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe: Sindicatos pedem que deputados digam não à reforma Administrativa
Sergipe recebeu 30.500 doses da AstraZeneca nesta terça-feira, 21
Simão Dias: Zezinho Sobral visita comunidades e recebe demandas dos povoados Caraíbas e Colônia
Beleza natural, gastronomia e passeios históricos chamam a atenção de turistas em Fernando de Noronha