Aracaju, 17 de setembro de 2021

RENAN ARQUIVA PEDIDO DE IMPEACHMENT DO MINISTRO DO SUPREMO LUIZ FUX

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente do Senado, Renan Calheiros, deixou de receber e determinou o arquivamento de pedido protocolado por cinco advogados pelo impeachment do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), por crime de responsabilidade.

De acordo com a denúncia, Fux não teria submetido ao plenário do STF decisões liminares tomadas por ele a partir setembro de 2014, quando concedeu auxílio-moradia a um grupo de juízes federais; benefício depois estendido à totalidade dos magistrados, inclusive da Justiça do Trabalho e da Justiça Militar.

Renan Calheiros sublinhou a importância da separação dos Poderes e, apesar de considerar a denúncia “muito bem elaborada” e útil para levantar o debate sobre o auxílio-moradia (no valor de R$ 4,3 mil), entendeu que o assunto é uma discussão de natureza “restrita a uma agenda corporativa”.

— Por óbvio que o Senado Federal tem o dever e não pode se furtar ao debate de importantes questões funcionais das mais diversas carreiras que compõem o serviço público brasileiro. Contudo, há foro, oportunidade e instrumentos mais adequados para esse fim — argumentou.

Ao negar o recebimento da petição, o presidente do Senado ainda destacou que alguns dos requerentes são citados como candidatos ou aspirantes a diversos postos importantes em suas carreiras. Ele afirmou que o Senado “não se prestará ao papel de palco e holofote para demandas corporativas, políticas e pessoais”.

— Não podemos adotar uma postura de criminalização desmedida de atos e decisões judiciais por conta do inconformismo de seu mérito, por mais nobre que sejam os interesses dos cidadãos, associações, carreiras ou autoridades — concluiu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Hospital Cirurgia realiza ação para comemorar Dia Mundial da Segurança do Paciente
Preço médio do óleo diesel segue em alta no início do mês de setembro e litro se aproxima de R$ 5,00, aponta Ticket Log
Sergipe mantém vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos, priorizando portadores comorbidades
Município e Estado se reúnem para definir regras de retomada de público nos estádios