Aracaju, 27 de novembro de 2021

Servidores de Glória conquistam aumento salarial para 2017 (Foto divulgação)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em mais uma conquista histórica através do diálogo e das cobranças do SINDISERVE Glória, o prefeito de Nossa Senhora da Glória, Chico do Correio (PT), anunciou o aumento salarial dos servidores públicos a partir de fevereiro de 2017, durante ato político de lançamento da Campanha Salarial e de Revisão do Plano do Plano de Cargos, Carreira e Salário.

O prefeito ainda não divulgou o percentual do reajuste, haja vista que o acordo com o sindicato foi o de negociar a porcentagem após o Governo Federal anunciar os índices do aumento do salário mínimo.

A outra boa notícia da assembleia refere-se ao pagamento do terço ferial de 2016, que segundo o prefeito começará a ser pago ainda neste mês de novembro. Quanto às demais pautas, Chico se prontificou em negociar a partir de 2017, entre as quais estão a revisão do plano de cargos e carreiras e o IPESAÚDE, a sua implantação está dependendo do Governo do Estado.

‘É importante participar desse tipo de atividade por que tenho a oportunidade de conversar com os servidores, de explicar a situação financeira da Administração, de ouvir as reivindicações e de reafirmar publicamente o meu compromisso de fazer uma gestão democrática, transparente e que tem como prioridade a valorização do Servidor Público e o bem estar da nossa população”, disse Chico do Correio.

Ainda durante o ato político os servidores municipais deliberaram em aderir ao Dia  Nacional de Greve, dia 11/11, convocada pela CUT e demais centrais, a paralisação tem como objetivo lutar para que a PEC 55, que prevê o congelamento nos investimentos as politicas sociais durante 20 anos, não seja aprovada no senado. Na ocasião os servidores ratificaram sua solidariedade a luta dos professores contra a aprovação das leis municipais que alteraram o estatuto e o plano de carreira do Magistério.

“É necessário articular a nossa luta local com a pauta nacional por que as medidas de ataque aos direitos sociais e trabalhistas do Governo ilegítimo de Temer vão atingir a todos nós trabalhadores por isso iremos nos somar aos milhares de trabalhadores brasileiros e sergipanos no dia 11/11 para dizer não PEC 55 e que não aceitaremos nenhum direito a menos”, falou Itanamara Guedes, diretora de Comunicação do Sindiserve.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado