Aracaju, 6 de dezembro de 2021

Corredor Cultural homenageia grupos musicais sergipanos (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) lança na próxima terça-feira, 22, às 10h30, no Corredor Cultural Irmão, a mostra “Música para Cantar, Dançar e Ouvir: Uma Celebração”. Na ocasião, serão homenageados os grupos musicais sergipanos Cataluzes, Los Guaranis e Música Antiga Renantique. Também serão lançados os novos editais para o ano de 2017. Durante o evento, que é aberto ao publico, o grupo Renantique irá se apresentar em um cortejo pelo Corredor que recebe peças do acervo pessoal dos três homenageados desta edição.

Desta vez serão destinadas menções honrosas a: José Messias do Nascimento, Maria Olívia Silveira, Domingos Félix de Santana Neto (Mingo Santana), Alexandre Conceição, Cícero Santos, João Bosco de Oliveira, Osman Carvalho Silva, Rivaldo Fonseca (Queimadinho), Valmor Antonio (Foguinho), Valter Nogueira, Alceu Monteiro da Silva (in memoriam), Roberto Alves, Fernando Menezes de Araújo, Maria Olga de Andrade, Germana Araújo, Rivaldo Dantas, Edilamar Carvalho, Juliana Almeida, Sandra Sena, Paulo César Andrade, Sr. Stênio Gonçalves Andrade e Rodrigo da J. Andrade, Ézio Déda, Eduardo Antônio Conde Garcia Júnior, Natália Vasconcellos, Emmanuel Vasconcellos, Antonio Alves do Amaral, José Alves do Amaral, Valdefrê Fraga Resende, Cláudio Miguel Menezes de Oliveira, José Oswaldo Andrade Gomes, Manoel Messias Menezes Nascimento (Pythiu) e Marcus Éverson dos Santos.

Sobre os homenageados

Grupo Cataluzes surgiu no início dos anos 80 com o show Viagem Cigana. Realizou diversos shows, participou de eventos culturais e festivais, como o I e II FSMPB, iniciativas da TV Sergipe. No concurso A música dos 145 anos de Aracaju, também iniciativa da TV Sergipe, a vencedora foi a canção Cheiro da Terra, de autoria de Cláudio Miguel. Em 2015, foi agraciado com a Medalha do Mérito Cultural Tobias Barreto, referente ao ano de 2012. É composto atualmente por Valdefrê (voz e violão), Cláudio Miguel (voz e violão), Oswaldo Gomes (voz e violão) e Tonho Amaral (voz e percussão). Da formação inicial, o único que não permaneceu no grupo foi José Amaral (voz e percussão). 2016 é o ano de celebração dos 35 anos do Cataluzes.

Los Guaranis surgiu no ano de 1963, na cidade de Lagarto. Músicos da banda Lira Nossa Senhora da Piedade, tiveram a ideia de formar um conjunto musical, tendo como sócios fundadores, os Senhores Rivaldo Fonseca; Valmor Antônio de Oliveira; Osman Carvalho Silva e Alexandre Conceição, que permanecem até hoje. Ao longo dos seus 53 anos de existência, a banda teve as seguintes denominações: Conjunto Guarani, Banda Los Guaranis e por fim, Banda e Orquestra Los Guaranis.

Música Antiga Renantique foi criado em junho de 1996. O grupo tem como objetivo executar a música da Idade Média e da Renascença da Europa Ocidental – algo inédito em Sergipe. Desde que foi criado, o grupo difunde um amplo repertório da Idade Média e da Renascença, como: Canções de Cruzada; dos Troubadours, Trouvères e Minnesingers; Cantigas de Santa Maria do rei Alfonso X, el Sábio, e Cantigas de Amigo de Martin Codax (séc. XIII); Manuscrito de Carmina Burana (séc. XII-XIV); Danças Medievais & Renascentistas; Trecento Italiano; Franco-Flamenga (séc.XV); Henrique VIII; Elizabetana; Teatro de Shakespeare e Música Ibérica do séc.XVI.

Ascom / Sec. de Estado da Cultura

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

PM prende foragido de Santa Catarina com mandado de prisão em aberto na cidade de Propriá
Seduc debate metodologias de resgate de estudantes em Encontro Estadual Intersetorial da Busca Ativa Escolar
Shopping Jardins presenteia clientes com kit L’Occitane au Brésil
Solenidade marca abertura do Curso de Especialização em Segurança Pública