Aracaju, 1 de dezembro de 2021

AMO COMEMORA ESTA SEMANA 20 ANOS DE FUNDAÇÃO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Associação dos Amigos da Oncologia – AMO comemora esta semana 20 anos de fundação com uma Missa em Ação de Graças a ser realizada nesta quarta-feira, dia 23 de novembro, às 8h30, na sede própria, e com o Baile da orquestra Los Guaranis, no Clube do Banese, neste sábado 26. O grande presente de aniversário será o lançamento da nova marca da associação a ser apresentada pela Base Propaganda.

A assistente social Conceição Balbino, presidente de honra e executiva da AMO, não imaginava chegar aos 20 anos com uma obra assistencial tão bem consolidada e com o apoio e crédito amplos da sociedade sergipana. Segundo ela, o sentimento pelo aniversário de 20 anos é de muita gratidão.

“Há duas décadas, queríamos oferecer a mínima assistência necessária a pessoas que sofriam nos leitos do hospital com uma doença complexa como o câncer. Hoje, só temos a agradecer a Deus pela oportunidade de ajudar o próximo e à confiança depositada de cada voluntário, doador, colaborador e, principalmente, de cada assistido. O que mais doamos, aqui, é esperança e vida”.

HISTÓRIA

Fundada em 21 de novembro de 1996, por uma equipe de profissionais de saúde vinculados ao Hospital de Clínicas Dr. Augusto Leite, mais conhecido como Hospital de Cirurgia, e pelo grupo “Rainha da Paz”, que realizava trabalho voluntário e estava vinculado ao Serviço Social do mesmo centro de saúde, a AMO nasceu da necessidade de oferecer melhor assistência a pessoas carentes com câncer.

Numa reunião de fundação na sala de quimioterapia do Hospital de Cirurgia, 29 pessoas empreenderam esforços e assumiram o compromisso de transformar a triste realidade da oncologia em Sergipe e prestar, como missão institucional, assistência social e de saúde a pessoas carentes com câncer.

Médicos, psicólogos, assistentes sociais e voluntários assinaram na época a lista como sócio-fundadores para criar uma associação que prestasse assistência a pessoas com câncer sem restrição de idade, cuidando não apenas de criança e adolescente, mas também do adulto e do idoso, que são os principais públicos atingidos pelo câncer.

SÓCIO-FUNDADORES

A associação é resultado de um trabalho voluntário e coletivo. Veja, abaixo, lista com os 29 nomes dos sócio-fundadores:

Anna Maria Maynard Garcez

Ana Luiza Oliveira Ribeiro

Cândida Maria Pinheiro Torres

Elida Freire Caetano

Heloísa Castro

Josefa Costa do Nascimento

Libânia Santos Silva

Lígia Silva Santos

Lourdes Maria Sampaio Oliveira Dias

Kássia Rita Ramos Peixoto

Marileide Maciel Silva Pires de Carvalho

Márcio César Botelho do Nascimento

Marta Oliveira dos Santos

Maria da Conceição Balbino dos Santos

Maria da Conceição do Nascimento Melo

Maria do Carmo Silva

Maria do Carmo Santos Góis

Maria das Graças Prado de Araújo

Maria Inês Moreira do Nascimento

Maria de Lourdes do Nascimento

Maria de Lourdes Oliveira

Maria Lourdes Lopes

Maria Therezinha Góis de Vasconcelos

Norma Maria Ramos Pereira

Sheila Virgínia Lopes

Sílvio Renato Garcez

Sônia Vahle Franco

Verônica Passos Barboza Moura

Violeta de Lourdes Coutinho Torres Franco

PRIMEIROS FRUTOS

A partir de pequenas ações, a associação foi crescendo e mostrando resultados. O primeiro deles foi a aquisição de uma capela de fluxo laminar (equipamento de preparação da quimioterapia). Naquele momento, o Hospital Cirurgia passou por dificuldades financeiras, não teve condições de comprar o material e essa era uma das condições primordiais para que o serviço de oncologia continuasse a funcionar.

Em poucos anos, a AMO ajudou a revolucionar os serviços em oncologia do Hospital de Cirurgia. Adequou todas as unidades de tratamento oncológico, o ambulatório de quimioterapia e de radioterapia, a enfermaria pediátrica, a unidade de braquiterapia, e a unidade de internamento clínico e cirúrgico Anna Maria Maynard Garcez, que foi uma das primeiras voluntárias e sócio-fundadora da associação.

GRANDES CONQUISTAS

Com um trabalho voluntário e assistencial cada vez mais reconhecido na sociedade sergipana e com o aumento da demanda por assistência social em oncologia, a AMO enxergou a necessidade de ampliar seus serviços. Uma das grandes conquistas foi, sem dúvida, a inauguração do centro de doações – o serviço de telemarketing – para conseguir atender ainda mais pessoas com câncer e reestruturar os benefícios, projetos e serviços.

A inauguração da sede própria, com estrutura física compreendida entre área administrativa, de captação de recursos e casa de apoio, é a maior conquista desfrutada por todos que fazem a associação. Uma batalha gigantesca foi travada ao longo de anos para que esse sonho fosse realizado. Com o apoio da sociedade sergipana, do empresariado e da imprensa, o sonho se tornou realidade.

NÚMEROS

A concretização dos sonhos ajudou a oferecer mais serviços com qualidade. Se no início apenas assistentes sociais compuseram a equipe da associação, hoje uma equipe multidisciplinar com assistentes sociais, psicólogas, enfermeiras, nutricionistas e fisioterapeutas proporcionam uma assistência social e à saúde mais completa e qualificada.

Em dados de 2009 a 30 de junho de 2016, a AMO já beneficiou, por exemplo, 3.534 pessoas com câncer entre crianças, adolescentes, adultos e idosos. Ao ampliar esse benefício para suas famílias, esse número se expressaria a mais de 15 mil pessoas contempladas pela AMO. Nesse mesmo período, 100.711 atendimentos realizados, 74.653 refeições servidas, 59.754 medicamentos dispensados e 17.241 cestas básicas liberadas.

FONTES DE APOIO

Tudo isso com o apoio de 120 voluntários distribuídos em diversos setores e projetos, a exemplo do projeto Pão Nosso – de oferta de café da manhã nos centros de oncologia e radioterapia do Hospital de Cirurgia – que acontece há mais de vinte anos ininterruptos, do empenho de uma gestão administrativa voluntária, com Diretoria Executiva e Conselho Fiscal.

Com a colaboração de 50 funcionários que se dividem nas áreas administrativas e estratégicas, assistenciais e de captação de recursos. E, sem dúvidas, com a doação de milhares de pessoas físicas e jurídicas em todo o estado de Sergipe que acreditam na missão institucional da AMO e na seriedade do trabalho.

A todas as pessoas com câncer assistidas pela associação, presentes ou não neste mundo físico, a todos os voluntários e colaboradores, também presentes ou não, nosso muito obrigado e gratidão por fazerem parte da nossa história!

Jeimy Remir

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Construtora Celi e Valor Imobiliária lançam espaço na CasaCor Sergipe
Rodrigo Valadares é eleito a Tesoureiro Nacional do PTB
Transparência do município de Capela obtém nota máxima em avaliação do TCE
Estado e parceiros definem rota turístico-religiosa de Santa Dulce dos Pobres em Sergipe