29/11/16 - 15:33:46

Estudante de Macambira representa Sergipe no “Jovem Senador” (Foto assessoria)

O senador Eduardo Amorim é o presidente do Conselho do Projeto

O senador Eduardo Amorim (PSC-SE) presidiu na manhã da terça-feira, 29, a Sessão de Posse do Jovem Senador 2016, programa do Senado Federal que estimula e fortalece a cidadania dos estudantes matriculados no ensino médio das escolas públicas estaduais e do DF. “Parabenizo ao Senado pela iniciativa da criação deste concurso que estimula a participação política dos jovens brasileiros por meio da escolha das melhores redações”, disse ao explicar que este ano o tema foi “Esporte: educação e inclusão”.

Neste ano, o estado de Sergipe, está representado pela jovem Katellen Lorrany, 17 anos, do município de Macambira, a 58 km de Aracaju. Estudante do Colégio Estadual Marcolino Cruz Santos, a jovem afirmou que é uma experiência única e desafiadora. “Acompanho o trabalho dos políticos sergipanos e estar aqui vivenciando o funcionamento da Casa é bem diferente da cobertura da imprensa”, disse Lorrany.

Para Katellen, o jovem precisa estar atento e fazer parte do seu tempo: “Acredito que deve ser uma participação constante, sobretudo, pois essa faixa etária será contribuinte para o desenvolvimento do país, e trata-se de um setor com senso crítico atenuado que irá reivindicar os valores, apresentados na Constituição Federal, e garantir a aplicabilidade desses por meio do exercício da cidadania”.

O representante da Paraíba, Pedro Manoel de Souza, foi eleito pelos jovens senadores por meio de voto secreto para presidir o programa em 2016. “Eu tenho um projeto de futuro que pensa não só em meu sucesso ou nas minhas conquistas pessoais, mas que através delas eu possa contribuir na busca e na construção de uma pátria mãe mais justa e igualitária em direitos e oportunidades para os seus filhos e suas filhas”, disse.

“Sabemos que os caminhos que esses jovens trilharam para chegar até aqui não foram fáceis, assim como não foram fáceis, tampouco, os caminhos que percorremos para selecioná-los, sobretudo, pela inegável qualidade dos trabalhos apresentados”, disse Eduardo ao completar que o projeto tem a parceria do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

O Projeto recebeu 113.880 redações, um crescimento de 34% em relação à edição anterior, e mobilizou 282.240 estudantes matriculados no ensino médio de escolas públicas estaduais e do Distrito Federal em todo o país, com até 19 anos, um aumento de 6% se comparado com 2015. A participação dos professores orientadores também registrou um aumento de 8% em relação ao ano passado e contou com a atuação direta de 6.525 professores orientadores.

Segundo Eduardo Amorim, durante essa semana os jovens senadores participarão de trabalhos legislativos, como reuniões de comissões e sessões do Plenário, a exemplo do que os parlamentares, realizam no dia a dia. Os jovens poderão apresentar, ainda, projetos para tramitação na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.

Fonte e foto: Assessoria de Imprensa senador Eduardo Amorim