30/11/16 - 07:57:37

Central de Regulação das Urgências garante acesso aos usuários do SUS (Foto ascom)

CRU realiza avaliação do grau de complexidade e promove o deslocamento até a unidade hospitalar mais indicada para o atendimento do paciente

A Central de Regulação das Urgências (CRU) garante, em Sergipe, acesso aos usuários que utilizam o Sistema Único de Saúde (SUS), através da avaliação do grau de complexidade e a promoção do deslocamento até a unidade hospitalar mais indicada para o atendimento do paciente. A análise segue a classificação de risco e a condição momentânea dos serviços de saúde que são monitorados constantemente.

A CRU localiza-se dentro do Complexo Regulatório Estadual, sendo destinado a recepção das ligações, avaliação e classificação das solicitações de socorro. Durante 24h por dia, profissionais como médicos reguladores, enfermeiros, Técnico Auxiliar de Regulação Médica (Tarm), e rádio operadores acompanham e organizam a Rede de Atenção às Urgências de todo estado, proporcionando agilidade e maior resolutividade.

Vinculado à CRU, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) é de fundamental importância para a garantia da assistência pré-hospitalar móvel qualificada. Ele é essencial para o atendimento em situações de urgências e emergências às vítimas de acidentes de trânsito, problemas cardiorrespiratórios, intoxicações, crises convulsivas, acidente vascular cerebral (AVC), acidentes com produtos perigosos, entre outros.

“É na CRU que é feita regulação pré-hospitalar móvel. O Samu é um pilar importante para o pré-atendimento emergencial à saúde da população”, explica a superintendente do Serviço, Lúcia Santos.

Ainda de acordo com a gestora, a Central tem relação essencial com todos os serviços de urgência do estado (públicos e filantrópicos), por meio dos Núcleos Internos de Regulação (NIR). “Isso é feito para estabelecer critérios e definir estratégias de funcionamento da rede de urgência e emergência, de modo a gerar status qualitativos e quantitativos para a garantia de acesso dos pacientes atendidos pelo Samu”, disse Lúcia.

Assistência

Ao ligar gratuitamente para o número 192, o solicitante deverá informar ao Técnico Auxiliar de Regulação Médica dados básicos do paciente como nome, endereço, ponto de referência, o tipo de ocorrência e a condição do paciente no momento.

Logo depois, a ligação é encaminhada ao médico regulador, que avalia e identifica a necessidade do usuário, fazendo a orientação médica (nos casos mais simples) e/ou definindo a necessidade do envio de motolância, Unidade de Suporte Básico (USB) ou Avançado (USA) ao local solicitado, nos casos que requerem atendimento e transporte para a rede hospitalar.

E para prestar esse atendimento à população, o Samu 192 Sergipe conta atualmente 48 equipes assistenciais (que preenchem todos os requisitos de qualificação do Ministério da Saúde), e uma frota com 59 veículos, sendo 43 Unidades de Suporte Básico (USB) e 16 Avançado (USA). São 37 bases descentralizadas distribuídas em pontos estratégicos de todo estado, que garantem a cobertura aos 75 municípios sergipanos e um tempo resposta adequado para um atendimento integral e equânime.

ASN