Aracaju, 28 de novembro de 2021

Secretária da Educação de Aracaju recebe comissão de transição (Foto: Walter Martins)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Dando continuidade ao processo de transição de governo, a secretária municipal da Educação de Aracaju, professora Marcia Valéria Lira, recebeu em seu gabinete junto à sua equipe, na tarde desta segunda- feira, 28, membros técnico-administrativos especializados em educação que compõem a comissão de transição. A primeira reunião foi de representação político- institucional, realizada na última sexta- feira,25, com a presença da vice- prefeita eleita, Eliane Aquino e a ex-secretária na gestão de Edvaldo, Rosália Rabelo.

“Têm sido momentos muito interessantes esses nossos dois encontros. A partir de agora, os técnicos da comissão vão se distribuir nos departamentos. Até a próxima sexta- feira,2, pretendemos entregar alguns documentos e demonstrativos solicitados pela equipe, estamos aguardando a formalização do pedido e entendo que até meados de dezembro, eles já têm perfeitas condições de manter um diagnóstico legítimo e as suas propostas para que os próximos quatro anos sejam regidos a partir de tudo o que avançamos e deixamos de positivo para a nossa rede municipal”, revela a secretária Marcia Valéria.

A secretária destaca, ainda, a sensação de dever cumprido no fechamento do seu ciclo profissional. “Como professora da rede, sinto-me muito feliz em completar  meu ciclo de trabalho, uma vez que agora, ao fim do ano, estou me aposentando com a honra de 30 anos de contribuição. É uma alegria muito grande fechar esse ciclo deixando coisas boas para a nossa cidade com marcas inconfundíveis e incontestáveis sobre o que nós fomos capazes de fazer para melhorar os indicadores educacionais de Aracaju”, avalia Marcia Valéria.

Para a vice- prefeita eleita, Eliane Aquino, o trabalho dos novos gestores deve começar bem antes de sua posse. “Como vice-prefeita eleita e membro da Comissão de Transição responsável pelas áreas de Educação, Saúde e Assistência Social, tenho buscado manter um diálogo aberto e contínuo com a atual gestão municipal. Precisamos compreender plenamente a atual situação do município, não apenas do ponto de vista financeiro,  mas também sobre a execução de seus programas,  projetos e ações.Compreendemos que uma transição tranquila e eficiente beneficia tanto ao novo gestor como ao seu antecessor, já que ambos devem ter como principal objetivo o desenvolvimento do município e do seu povo”, explica.

Coleta de dados

Para o membro da equipe de transição, com papel de articulação entre equipes, Manoel Alves do Prado destaca a transição como um procedimento comum a esse processo de mudança administrativa. “Nós compusemos uma equipe cujo objetivo especificamente é, dentro da coordenação da transição por parte do prefeito eleito, coletar um conjunto de dados da secretaria municipal da Educação para que o poder público dê continuidade à prestação de serviços públicos, a partir de 1º de janeiro de 2017. A chegada da nova gestão exige um conhecimento significativo de como se encontra a máquina” explica.

Integrante da comissão de transição, representando os professores de Aracaju, professora Maria Magna Araújo, relata a importância do diálogo entre gestão e professores. “Nós somos o final, estamos aqui para termos todas as informações possíveis, bem como para contribuirmos com nossos dados  nesse processo de transição para que os próximos quatro anos sejam também muito bem proveitosos para a rede em termos “, ressalta.

Colaborando, também, com o processo de transição, a professora Maria José Guimarães, destaca a importância do envolvimento das duas equipes no bom andamento da coleta de dados ” Estamos no momento de fazer o levantamento situacional, conhecer os dados. Neste sentido, eu acredito que as duas equipes estão desenvolvendo o trabalho de forma  transparente e cordial para que tenhamos o diagnóstico sobre a atual gestão. Essa interação é de substancial importância”, destaca.

Integrando a Comissão de Transição de governo, a Professora Tereza Hortência da Silva explica que os estudantes são os beneficiados com o tranquilo processo de diálogo entre equipes.  ” Esse encontro é importante para que conheçamos as experiências da atual gestão para que não haja interrupção nas atividades do atendimento ao educando para que continuemos o trabalho sem prejudicar os nossos alunos. A secretária Marcia Valéria é bem receptiva e demonstrando todo o seu empenho para que esse processo seja o mais transparente possível, isso facilita muito”, reconhece.

“Temos sentimento positivo. Queremos verificar com propriedade sobre o que aconteceu nos últimos quatro anos, ver o que deverá continuar, o que foi benéfico. Quero agradecer a cordialidade da equipe da secretaria municipal da Educação, conduzida pela secretária Marcia Valéria, que tem nos recepcionado muito bem, mostrando que teremos uma transição muito tranquila e positiva”, agradece a professora da rede, Ana Débora de Lima.

Por Maira Ribeiro

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais