Aracaju, 29 de novembro de 2021

Edvaldo defende parcerias entre os prefeitos da região metropolitana (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito eleito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), participou, nesta quarta-feira (7), de um encontro promovido pelo arcebispo da capital, Dom José Palmeira Lessa, com os gestores municipais eleitos da Grande Aracaju. Na reunião, que ocorreu na Cúria Metropolitana, Edvaldo defendeu a realização de parcerias entre os prefeitos da região metropolitana e se disse aberto ao diálogo com a Igreja Católica para discutir os problemas da cidade.

“Os quatro prefeitos da região metropolitana são companheiros de partido e de coligação. Eu e Padre Inaldo somos do PCdoB, e Marcos Santana e Airton Martins são do PMDB. Nós quatro somos do mesmo grupo político. Isso vai facilitar, enormemente, o nosso trabalho. Discutimos, já durante o período eleitoral, a necessidade de colocarmos em prática, o mais urgentemente possível, o consórcio do transporte público da região metropolitana. Então, vamos realizar a licitação do transporte para melhorar o serviço nas quatros cidades. Mas também queremos ir além disso, criando consórcios em áreas como Segurança, Saúde e Limpeza Pública”, destacou.

Para Edvaldo Nogueira, a união das quatro prefeituras ampliará as possibilidades de viabilização dos recursos financeiros e de atuação mútua das gestões municipais. “Se nos unirmos potencializaremos os recursos e nos ajudaremos mutuamente, para encontrar soluções para problemas comuns aos quatro municípios. A nossa união vai possibilitar o melhor funcionamento das prefeituras e a resolução de problemas persistentes. Sei que como prefeito da capital, eu terei que liderar este processo, mas não há espaço para soluções individualistas. Será um trabalho conjunto e colaborativo”, ressaltou.

Edvaldo disse ainda ter consciência das dificuldades que encontrará na prefeitura de Aracaju, mas ponderou que irá trabalhar “incansavelmente” para solucionar os problemas. “Não vou fazer uma gestão olhando para trás. Não vim para a prefeitura de Aracaju para ser um revanchista. Claro que vou mostrar o que encontrei na administração, mas não vou fazer disso um cavalo de batalha dos quatro anos da minha gestão”, afirmou.

Igreja

O prefeito eleito da capital elogiou o arcebispo de Aracaju pela realização do encontro com os prefeitos e expressou seu desejo de buscar uma aproximação com o Conselho Nacional do Laicato na Arquidiocese de Aracaju (Conal). “Meu projeto é construir as soluções conjuntamente”, reforçou.

A reunião desta quarta-feira foi solicitada pelo arcebispo de Aracaju para abrir o diálogo com os gestores públicos e colocar a Igreja à disposição das administrações, no sentido de se buscar o aprimoramento das políticas sociais.

Estiveram presentes no encontro os prefeitos eleitos de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PCdoB), e de São Cristóvão, Marcos Santana (PMDB), além do vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB), do coordenador do Conal, Ricardo Lima, e do coadjutor da Arquidiocese de Aracaju, Dom João José Costa.

Valter Lima

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeitura intensifica ações voltadas à saúde do homem
Conselho de Psicologia estabelece prazo para adequação de serviços na Hapvida  
Dermatologista orienta sobre cuidados com a pele durante o Verão
39 famílias retiradas de casas em áreas de risco após fortes chuvas em Canindé de São Francisco