Aracaju, 1 de dezembro de 2021

Corredor Cultural Irmão lança exposição sobre o Natal (Foto assessoria)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Telas, fotografias, esculturas e presépios compõem a próxima exposição do Corredor Cultural Irmão, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que será lançada na terça-feira, 13 de dezembro, às 10h. Com o título “Celebrar o Natal, celebrar a vida” a mostra terá como homenageados Frei Miguel e Frei Florêncio Pecorari, que por vários anos foram os responsáveis pela montagem do presépio dos Capuchinhos.

A mostra reúnirá trabalhos de 14 artistas: Adauto Machado, Ana Denise, Antônio Maia (in memória), Antônio Gonçalves, Beto Pezão, Beto Ribeiro, Francisco Freitas, Jerônimo Freitas, Joel Dantas, Liliu, Pinto Santeiro, Pithyu, Seiji e Zeus. Na ocasião também acontecerá a apresentação da Orquestra Popular Villa Lobos, dos Canarinhos de Aracaju com canções clássicas do Natal.

Nesta edição recebem menções honrosas a pesquisadora Aglaé D’Ávila Fontes; o diretor do Instituto Canarinhos de Sergipe, Carlos Magno do Espírito Santo; o Frei Miguel e Frei Florêncio (in memória), representados por Frei João Paulo da Paróquia São Judas Tadeu. Também será condecorada a responsável pela montagem do maior presépio de Natal de São Cristóvão, Myrian Nascimento Santos; e o último proprietário do Carrossel de S. Tobias, o vereador Milton Santos (in memoriam), representado pelo filho Vilder Santos.

Sobre os homenageados

Frei Miguel nasceu em 30 de outubro de 1908, em Cingoli, na Itália, com o nome de Serafim Césare, ao ordenar-se escolheu o nome de Frei Miguelângelo de Cíngole, mas acabou sendo rebatizado pelos brasileiros como Frei Miguel. Em 1936 chegou à Bahia e de lá veio para Aracaju, tendo sido vigário nos municípios de Maruim, Santo Amaro, Rosário do Catete e General Maynard. Na comunidade do bairro América o Frei Miguel foi considerado o pai, protetor, conselheiro, o que acudia os mais necessitados, os aflitos, os doentes.  Morreu aos 104 anos.

Frei Florêncio Pecorari também nasceu na Itália. Soma 50 anos de serviços sacerdotais prestados à Sergipe e Bahia. Foi responsável juntamente com Frei Miguel pela montagem do presépio dos Capuchinhos, durante muitos anos, em Aracaju. Retornou à Itália a fim de dar continuidade a sua vida sacerdotal.

SERVIÇO:

Exposição – Celebrar o Natal, celebrar a vida

Dia: 13 de dezembro

Horário: 10 horas

Local: Corredor Cultural Irmão

Endereço: Rua Vila Cristina, 1051, Treze de Junho

Ascom / Sec. de Estado da Cultura

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia Civil prende suspeito de tentativa de homicídio em Glória
Salgado paga salário dos servidores dentro do mês trabalhado
Belivaldo fala das perspectivas para 2022 em reunião com empresários e apresenta os avanços econômicos alcançados
Prefeitura de Aracaju inicia vacinação acima dos 12 anos em escolas municipais nesta quarta