Aracaju, 27 de novembro de 2021

Governo promove formação no Ensino Fundamental para 750 jovens (Foto André Moreira)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Cerimônia de certificação ocorreu na tarde desta terça-feira, 14, e foi acompanhada pelo vice-governador Belivaldo Chagas

A volta de 750 jovens para a sala de aula e a formação deles no Ensino Fundamental foram marcadas na tarde desta terça-feira, 14, em solenidade de certificação do Projovem Urbano. O vice-governador Belivaldo Chagas acompanhou a solenidade, que envolveu a participação de alunos de 14 municípios sergipanos. A iniciativa do Governo Federal, adotada pelo Estado, visa qualificar e elevar a escolaridade de pessoas com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e não tenham concluído o Ensino Fundamental, visando à conclusão desta etapa por meio da modalidade de Educação de Jovens e Adultos integrada à qualificação profissional e ao desenvolvimento de ações comunitárias com exercício da cidadania.

Além da formação do ensino básico, o governo proporcionou que os jovens tivessem acesso aos cursos técnicos de Turismo e Informática, de modo a ajudá-los na inserção no mercado de trabalho. Foram 18 meses de aulas, iniciadas em julho de 2015. O Projovem possui material didático próprio e oferece alimentação, fardamento e acolhimento aos filhos dos alunos que participam do programa, além de bolsa mensal de R$ 100,00 a cada estudante. Os professores recebem formação continuada, na qual são debatidos vários temas voltados ao universo dos discentes.

O vice-governador parabenizou os formandos e disse que levá-los de volta à sala de aula é um meio de fazer com que eles se sintam mais cidadãos. “O governador fez questão de ter um olhar mais apurado, principalmente em relação à região do Baixo São Francisco, pois era necessário resgatar esses jovens para que eles concluíssem seu ensino, pelo menos o Fundamental, e ter a oportunidade de adquirir mais conhecimentos. Participo com prazer deste evento, pois sei do compromisso de Jackson Barreto com a Educação. Nossa preocupação é com o futuro de vocês”, declarou.

Para a chefe do Serviço de Educação de Jovens e Adultos, Aldjane Moura, que atua no Projovem há 10 anos, através do programa, vários jovens tem a oportunidade de continuar estudando, chegando até a uma formação de nível superior. “Há alunos que entram na universidade e se formam. Isso era algo que estava esquecido dentro deles. Com o Projovem, eles estão almejando e conquistando seus espaços, de modo que hoje tenho alunos que são técnicos de enfermagem e professores. São cidadãos que estão conquistando seus sonhos”, disse.

Maria Pereira, 23, mora em Canindé do São Francisco e, por conta do casamento, interrompeu seus estudos. Ela conta que a oportunidade de retornar à sala de aula foi possível apenas porque o Projovem Urbano, além de oferecer o ensino aos jovens, possibilitou que seus três filhos ficassem sob o cuidado de profissionais enquanto frequentava a escola.

“Acabei ficando cinco anos sem estudar e o Projovem foi uma maravilha que ocorreu em minha vida. O governo está de parabéns por esse projeto, pois, através dele, concluí o Ensino Fundamental e tive o auxílio de cuidadores, para ficarem com meus filhos, e ainda recebia bolsa financeira, o que me ajudou bastante. No projeto tive acesso a ensino técnico na área de Turismo e a minha intenção é trabalhar nessa área, que tem destaque no município onde moro”, destacou Maria.

No caso de Antônio Ivan, 26, de Nossa Senhora das Dores, a participação no Projovem lhe proporcionou uma oportunidade única: frequentar pela primeira vez uma sala de aula que não fosse especializada para pessoas com deficiência. O jovem é cadeirante e caracterizou a participação no programa como a melhor que ele teve na vida. A mãe, Maria Iolanda, conta que, apesar das dificuldades, o filho obteve uma das melhores notas no projeto. “Não tenho nem palavras para falar sobre essa conquista dele. Estou muito emocionada e nervosa desde ontem”, disse, acrescentando que seu filho atualmente trabalha com digitação de trabalhos e gravação de CD e DVDs e que ele quer continuar atuando nisso.

Já Tony Santos da Cruz, 25, do município de Boquim, comentou que se sente qualificado para pleitear uma vaga no mercado de trabalho. “Gostei do Projovem. Ele foi ótimo e não tenho do que reclamar, pois recebi o suporte e uma formação adequada. Esse projeto era o que faltava para que eu arranjasse um emprego. Através dele, realizei meu sonho de concluir o Ensino Fundamental. Se não fosse isso, não poderia finalizar”.

A edição do Projovem em Sergipe foi realizada nos municípios de Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Tomar do Geru, Cristinápolis, Boquim, Nossa Senhora das Dores, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Japaratuba, Aquidabã, Brejo Grande, Japoatã e Neópolis.

O professor de Ciências Humanas Marcos Aurélio afirma que o Projovem promove inclusão e incentivo aos jovens. “É uma forma de motivá-los a retomar a formação educacional. Nesse projeto, posso ver a felicidade no rosto de cada um em poder concluir o Ensino Fundamental. Esses meninos merecem essa formação, pois são engajados”.

Novidades

Para que haja continuidade na formação, a chefe do Serviço de Educação de Jovens e Adultos explica que a proposta do Ministério da Educação (MEC) é que haja nova conjuntura do Projovem, a ser voltada ao Ensino Médio. “Estivemos em Brasília em meados do ano passado e há essa proposta. Espero que o MEC traga novidade e coloque nova resolução para dar continuidade a esse programa que é fundamental”, acrescentou.

Além do Projovem Urbano, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação (Seed), está traçando linhas para a implantação do programa de alfabetização de jovens e adultos (a partir de 15 anos), o Sergipe Educa Mais. A Secretaria espera iniciar assim que o MEC estabelecer novas resoluções para a alfabetização. O alvo é alfabetizar 21.000 alunos em 2.050 turmas em todo estado, e o objetivo é que haja um olhar especial para o Baixo São Francisco.

ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado