Aracaju, 28 de novembro de 2021

Saúde Mental é tema de ações no Ipesaúde (Foto assessoria)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Além do atendimento ambulatorial, no qual o Ipesaúde oferece atendimento psiquiátrico no Centro de Especialidades, nas unidades especializadas a exemplo do Centro de Reabilitação (Fisioterapia) e Centro de Promoção à Saúde (Diabetes), o atendimento de equipes multidisciplinares inclui a presença do profissional em Psicologia

Ações que denotam a preocupação com a saúde mental estão presentes nas diversas unidades do Ipesaúde, que incorporou profissionais da área e oferece atendimento multidisciplinar aos seus beneficiários. Essa é a perspectiva que norteia a gestão da autarquia, se associando aos objetivos da campanha ‘Janeiro Branco’, um movimento desenvolvido por profissionais da área, que objetiva chamar a atenção para a saúde mental como um conceito imprescindível para a vida em sociedade.

Inicialmente, a mobilização nesse sentido surgiu a partir de profissionais da cidade mineira de Uberlândia (onde as ações já são amparadas por lei) e que hoje já se mobilizam em mais de 30 cidades brasileiras e até em outros países, evidenciando a necessidade de se tratar estrategicamente o tema. Hoje, grande parte da população já sofre as consequências de ansiedade, depressão e as taxas de suicídio são crescentes. Isso demonstra a pertinência do tema.

Através de uma ação da gestão, recentemente, diversos profissionais da Psicologia foram incorporados nas equipes de atendimento, objetivando ampliar o conceito de abordagem multidisciplinar para aperfeiçoar o atendimento oferecido.

Abordagem

Além do atendimento ambulatorial, no qual o Ipesaúde oferece atendimento psiquiátrico no Centro de Especialidades, nas unidades especializadas a exemplo do Centro de Reabilitação (Fisioterapia) e Centro de Promoção à Saúde (Diabetes), o atendimento de equipes multidisciplinares inclui a presença do profissional em Psicologia. “Aqui, nós trabalhamos em conjunto com os fisioterapeutas, os terapeutas ocupacionais, os profissionais de Educação Física e os demais, sempre de forma colaborativa e integrada. Muitas vezes, o paciente chega aqui para tratar outros problemas e, no decorrer do processo, o atendimento psicológico se integra e colabora para bons resultados”, aponta a psicóloga Andreza Góis, que atende no Centro de Reabilitação Maria Virgínia Leite Franco.

Já a psicóloga Isabela Simone, que atende no Centro de Promoção à Saúde Luciano Barreto Júnior, unidade especializada em diabetes, destaca a importância do trabalho do psicólogo em sintonia com os demais atendimentos específicos. “Percebemos muitas vezes que, diante de um diagnóstico de diabetes ou outras patologias, as pessoas ficam abaladas. Juntamente com os endocrinologistas, cardiologistas, enfermeiros e assistentes sociais, nós fazemos um trabalho de prevenção e tratamento para que a saúde mental desse paciente seja preservada. Isso se associa perfeitamente aos objetivos da campanha ‘Janeiro Branco’, já que a incorporação da Psicologia aos tratamentos oferecidos representa um momento de evolução”, pondera a profissional.

Em ambas as unidades, a oferta do atendimento multidisciplinar atende a uma das premissas da gestão do Ipesaúde que é o de buscar oferecer assistência com um conceito de integração.

ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais