Aracaju, 28 de novembro de 2021

Apertem os cintos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) reúne hoje o secretariado para ordenar que apertem os cintos, evitem despesas desnecessárias, principalmente com a contratação de comissionados. Esta ordem é natural sempre que um chefe de Executivo toma posse. O difícil é o próprio seguir a orientação ou agir com dureza contra o auxiliar que gasta além do previsto. A determinação de Nogueira, contudo, soa péssimo para o funcionalismo, que sonha com um reajuste salarial. Ora, se não tem dinheiro nem para o custeio da máquina, também não há para melhorar a vida dos servidores. Pior do que isso é risco de novos atrasos dos salários, a exemplo do que vinha ocorrendo na calamitosa administração do ex-prefeito João Alves Filho (DEM). Sem mais cinto para apertar, resta ao coitado do servidor municipal torcer pela melhoria econômica do país, de Sergipe e de Aracaju o que, segundo alguns economistas, é coisa muito difícil de acontecer em curto prazo.

Malandragem

Tem prefeito mentindo quando denuncia ter recebido a administração em petição de miséria. Pelo menos é o que garante o presidente do Tribunal de Contas de Sergipe, Clóvis Barbosa. Graças à Operação Desmonte, desenvolvida pelo TCE e o Ministério Público, é possível dizer quem falta com a verdade ao alardear ter herdado uma terra arrasada. Segundo Clóvis, entre os loroteiros está a prefeita de Capela, Silvany Sukita (PTN), esposa do não menos falastrão Manoel Sukita (PTN). Misericórdia!

Mãos vazias

O Jornal as Cidade publica hoje que o ministro da Saúde, Ricardo Barros, que esteve ontem em Aracaju, veio de mãos vazias. Visitou hospitais, palestrou para prefeitos, recebeu muitos pedidos, mas não anunciou a chegada de novos recursos ou equipamentos hospitalares. Segundo o JC, ficou a impressão de que a vinda de Barros foi só uma demonstração de força política do deputado federal André Moura (PSC), que o convidou. Só que trazer um ministro de mãos abanando não fortalece a imagem de ninguém. Cruz credo!

Abra o olho

A cada 15,9 segundos ocorre uma tentativa de fraude através do roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios. Segundo o Indicador Serasa Experian, entre as tentativas de golpe, a principal é a emissão de cartões de crédito obtidos com identificação falsa ou roubada. Fique ligado!

De volta

A assessoria da senadora licenciada Maria do Carmo Alves (DEM) informa que ela reassumirá o cargo ainda este mês. A demista se afastou, em novembro de 2015, para assumir a Secretaria de Ação Social de Aracaju, tendo sido substituída pelo suplente Ricardo Franco. Incomodado porque Maria reassumiu para votar no impeachment de Dilma Rousseff (PT), o moço se afastou, cedendo lugar ao 2º suplente, pastor Virgínio Carvalho (PSC).

Saída honrosa

A quem andou “plantando” notinhas na imprensa dizendo que seria secretário do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e até agora não foi indicado, só resta seguir o conselho do saudoso mineiro Tancredo Neves: “Diga que foi convidado, mas não aceitou e que eu fiquei muito decepcionado com a sua recusa”. Cruzes!

Baixo nível

E o senador Eduardo Amorim (PSC) não se cansa de lançar farpas contra o governador Jackson Barreto (PMDB). Depois de chamá-lo de inconsequente, preguiçoso e frouxo, agora o taxou de “maldoso, ditador e caloteiro”. JB não deixa por menos: “O senador é um moleque, irresponsável e incompetente”. Baixaria igual nem beco escuro. Crendeuspai!

Novo deputado

O jornalista Gilmar Carvalho será empossado deputado estadual na próxima segunda-feira. O juramento do novo parlamentar vai acontecer no gabinete da presidência da Assembleia. Gilmar substituirá o ex-parlamentar Valmir Monteiro (PSC), que renunciou para assumir a prefeitura de Lagarto. Na última segunda-feira, Adelson Barreto Filho (PR) e Morito Matos (PROS) foram empossados nas vagas deixadas pelos hoje prefeitos de Estância e Socorro, respectivamente, Gilson Andrade (PTR) e padre Inaldo (PCdoB).

Super salário

E por falar em padre Inaldo, o salário dele é de R$ 39,6 mil. Como ninguém no Brasil pode receber além do teto salarial, ele vai embolsar mensalmente R$ 32 mil, o mesmo que o governador Jackson Barreto (PMDB). Ressalte-se que o reverendo prefeito não tem culpa do super salário, que foi aprovado pelos vereadores socorrenses no ano passado. Então, tá!

Cadê a Polícia?

A maioria dos municípios sergipanos não dispõe de delegados de Polícia nos finais de semana. O número de policiais militares também é reduzido nas cidades interioranas. Nem precisa dizer que a falência do setor policial só interesse à marginalidade, que tem aterrorizado a população indefesa. Uma lástima!

Convite recusado

O jornalista Tiago Hélcias recusou o convite feito pelo vereador Josenito Vitale, o “Nitinho” (PSD), para assumir a Diretoria de imprensa da Câmara de Aracaju. “Aprendi na vida que para tudo é preciso dedicação, o que, por conta de outros compromissos profissionais, isto não iria ser possível. Para quem vier, o desafio é gigantesco”, postou Hélcias no Facebook.  Ele encerra desejando “sucesso ao amigo Nitinho nesta árdua missão de conduzir o Legislativo municipal”.

Recorte de jornal

_______________________________________________________________________________________________-1885

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte, em 22 de novembro de 1885.

Resumo dos Jornais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais