Aracaju, 29 de novembro de 2021

Samu 192 Sergipe recebe qualificação do Ministério da Saúde (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

São 13 Unidades de Suporte Avançado (USA) e 34 de Suporte Básico (USB) qualificadas, o que gera para o Estado um recurso extra de R$ 445.494 por mês

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) recebeu a qualificação de 47 ambulâncias, através da publicação da portaria 3.370, de 29 de dezembro de 2016, do Ministério da Saúde. São 13 Unidades de Suporte Avançado (USA) e 34 de Suporte Básico (USB) qualificadas, o que gera para o Estado um recurso extra de R$ 445.494 por mês, sendo R$ 373.288 destinados ao Fundo Estadual de Saúde e R$ 72.202 ao municipal.

Além disso, Sergipe recebeu do Ministério da Saúde a habilitação de mais uma Unidade de Suporte Básico e uma Motolância do Samu, gerando aumento de repasse mensal do Governo Federal de R$ 20.125. Os valores extras serão aplicados em melhorias do Serviço, como investimento na capacitação dos profissionais, aquisição de insumos e medicamentos, aquisição de uniformes, entre outras ações com o intuito de melhorar a qualidade.

Por mês, a Secretaria de Saúde (SES) e a Fundação Hospitalar (FHS) gastam em torno de R$ 5,3 milhões com o Samu 192 Sergipe. O Governo Federal contribui com cerca de R$ 1,1 milhão. “Com a qualificação das ambulâncias, teremos um impacto financeiro importante, que será revertido em investimentos essenciais para a garantia da qualidade do Serviço”, garante a secretária Conceição Mendonça.

Segundo ela, as portarias publicadas no final de dezembro são pleitos antigos da gestão SES/FHS. “No ano passado, fui pessoalmente ao Ministério da Saúde buscar essas e outras conquistas para o Estado. Temos o compromisso de oferecer à população um serviço público de qualidade, e continuarei buscando apoio junto ao Governo Federal para o trabalho que realizamos em Sergipe” enfatiza a secretária.

Cerest e MNSL

Além da qualificação e habilitação das viaturas do Samu, foi publicada a habilitação do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), gerando um recurso extra anual no valor de R$ 480 mil, e a renovação da habilitação de 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin) da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL).

“Para este último não há impacto financeiro, mas conseguimos nos adequar aos novos critérios de habilitação estipulados pelo Ministério da Saúde. São 34 leitos da Utin, todos obedecendo as exigências e preparados para atender a demanda da Rede Materna Estadual”, explica s diretora de Atenção Integral à Saúde da SES, Rosely Rocha.

ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

39 famílias retiradas de casas em áreas de risco após fortes chuvas em Canindé de São Francisco
Estudantes  universitários de Carira recebem ônibus adquirido com emenda de Alessandro Vieira
Hospital de Urgências de Sergipe abre processo seletivo de 16 vagas para Residência Médica
Gracinha participa de 24ª Conferência Nacional da Unale