Aracaju, 27 de novembro de 2021

Nossa Lava Jato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Acusado pelo governador Jackson Barreto (PMDB) de ludibriar o Banco do Nordeste em R$ 100 milhões, o dublê de político e empresário Edvan Amorim reagiu firme ao ataque, porém acertou o próprio pé. Confessou ser um graúdo propineiro e ainda deu pistas sobre empresários que, segundo disse, corromperam Jackson. Conforme Amorim, JB recebia “de mim semanada, que uma pessoa levava para ele toda sexta-feira”. Isso é gravíssimo! Por sua vez, Barreto denunciou que o empréstimo de R$ 100 milhões feito por Edvan foi usado para comprar votos “na campanha de Eduardo Amorim para governador, em 2014”.  Havendo interesse da Justiça e a colaboração do próprio JB, não será difícil rastrear o destino do dinheiro sacado no BNB. Diante de confissão tão grave e acusações tão sérias, o que falta para o Ministério Público denunciar o que parece ser um enorme propinódromo, que lava dinheiro público para comprar votos, silêncios, apoios políticos e ‘otras cositas más’? Ora, a Operação Lava Jato, em curso no país, começou com denúncia infimamente menor e já deu no que deu. Portanto, silenciar diante deste escândalo, é perder uma grande oportunidade para passar Sergipe a limpo.

 Fogo suspenso

 Após as graves acusações de um contra o outro, tanto Edvan Amorim quanto Jackson Barreto suspenderam o fogo. O primeiro optou pelo silêncio à réplica, enquanto JB preferiu culpar o vocabulário próprio do empresário pelas graves estocadas recebidas. Sobre as propinas que, segundo Edvan, teria recebido de empresas coletoras de lixo, o governador saiu pela tangente: “Você é o próprio lixo de toda essa história”. Ah, bom!

Barrado no baile

 E o ex-vereador aracajuano Adelson Barreto Filho (PR) só passou uma semaninha chorada como deputado estadual. Empossado na vaga do ex-parlamentar Gilson Andrade (PTC), o moço teve o mandato suspenso pelo desembargador Roberto Porto. O magistrado fez valer decisão judicial anterior, impedindo Barreto Filho de assumir qualquer cargo público. Como sempre acontece nessas histórias, a defesa de Adelson promete recorrer. Então, tá!

 Bom de grana

 Empossado ontem como deputado estadual, o radialista Gilmar Carvalho (SD) deu a entender que a crise econômica não bateu em sua porta. Após prestar juramento, ele solicitou que a Assembleia só deposite seu salário após o governo pagar toda a folha salarial, inclusive a dos aposentados. Gilmar também deixou claro que não participará nem da bancada governista nem da oposição, muito pelo contrário. Aff Maria!

 Troca-troca

Não esperem profundas mudanças no secretariado do governo estadual. A tão propalada reforma administrativa será um mero remanejamento. Pelo que insinua o governo, os secretários apenas mudarão de endereços: João Gama deixa a Secretaria de Planejamento e Gestão para substituir o secretário da Indústria e Comércio, Chico Dantas, que vai para outra pasta. O bom nesse troca-troca é que ninguém perderá o emprego. Nesta crise, isto é ótimo!

Abacaxi

Empossado ontem, o novo secretário estadual da Justiça, Cristiano Barreto, recebeu um abacaxi podre. Vai administrar oito presídios com 2.391 vagas, mas que aboletam 5.012 presos. Também precisará arranjar dinheiro para mobiliar a penitenciária de Areia Branca que, embora esteja prontinha desde o ano passado, permanece fechada da Silva Xavier. Segundo mostrou ontem o Jornal Nacional, na cadeia novinha em folha faltam móveis, equipamentos de segurança, bloqueadores de celular, sistema de comunicação, o diabo a quatro. Cruz credo!

Culpa as Adema

As toneladas de lixo acumuladas nas ruas, praças e avenidas da Grande Aracaju são por culpa exclusiva da Administração do Meio Ambiente (Adema). Sem antes adotar medidas para garantir a coleta do lixo, aquele órgão público simplesmente mandou fechar o aterro sanitário da Estre Ambiental, em Rosário do Catete. Como é pra lá que vai todo o lixo de Aracaju e Socorro, a empresa suspendeu a coleta. Ora, não seria mais prudente multar a Estre, em vez de fechar o aterro e punir a população? Ô cara pálida, respeite o povo!

Esqueceram de mim

A recente visita feita a Sergipe pelo trapalhão ministro da Saúde, Ricardo Barros, não foi nada, não foi nada, não foi nada mesmo! Trazido à terreinha pelo líder deste governo temerário, deputado André Moura (PSC), o fidalgo prometeu mundos e fundos, mas parece ter esquecido das promessas. Quer um exemplo? Ontem, o Ministério da Saúde anunciou a doação de 340 ambulâncias para 19 estados, porém Sergipe ficou de fora. Até parece que o nosso André Moura não anda com essa bola toda no Palácio do Planalto. Homem, vôte!

Economia de guerra

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), anunciou o que já se sabia: a fonte municipal secou. E para economizar o máximo que puder, o comunista mandou suspender licitações, patrocínios e eventos. Também determinou a redução em 20% das despesas com telefones, água, energia elétrica, combustíveis, locação de veículos, viagens, diárias e mão-de-obra terceirizada. Por fim, anunciou que os cargos em comissão serão reduzidos em 50%. Crendeuspai!

Grana preta

E o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário de Sergipe está denunciando o que chama de super-salários pagos a juízes e desembargadores. Segundo a entidade, se todos os magistrados recebessem mensalmente R$ 30 mil de salário, a despesa com a folha seria de R$ 60 milhões. Mas por conta de penduricalhos como auxílios moradia, alimentação, saúde, gratificações de direção de fórum, substituições, et cetera e tal, a gastança salta para exagerados R$ 103 milhões. Cruzes!

Desconfiados

Dois em cada 10 brasileiros vítimas de crimes e ofensas, como agressões, discriminação e furtos, procuraram a Polícia para registrar a ocorrência. Pesquisa do Ministério da Justiça revela que aproximadamente 80% dos entrevistados confiam pouco ou não confiam nas Polícias Militar e Civil. Segundo o estudo, os casos em que as vítimas procuram menos a Polícia são discriminação (2,1%), ofensa sexual (7,5%), fraudes (11,6%) e agressões (17,2%). Viche Maria!

Recorte de jornal

____________________________________________________________________________________________1939

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 27 de agosto de 1939.

Resumo dos Jornais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado