12/01/17 - 15:58:42

Demanda transfusional estimula doação de sangue (Foto assessoria)

A conscientização sobre a importância da doação deve atingir todos os públicos, a exemplo dos voluntários regulares ao serviço e os cidadãos que doam pela primeira vez para ajudar

Diariamente centenas de pacientes necessitam de transfusão sanguínea em seus tratamentos, uma realidade que está impulsionando o serviço de doação de sangue realizado no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). Somente na primeira semana de janeiro, o Hemocentro cadastrou 472 voluntários. Deste número, cerca de 60% compareceu à unidade para doar e ajudar algum paciente da rede hospitalar do estado.

Micaella Lima, 20 anos, é um deles. A jovem contou que já doou sangue uma vez, mas retornou ao hemocentro para atender ao pedido de uma amiga. “Na verdade a gente tem que fazer o bem sem olhar a quem, por isso vim. Todo ser humano deveria ser um doador de sangue”, declarou.

A assistente social Evila Tarliane Oliveira, de 29, e a educadora física Emilly Teixeira Moura, 23, relataram que são doadoras regulares. “Já trabalhei no Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc) e conheço a necessidade de alguns assistidos, sei o quanto é importante esse ato. Estamos aqui para ajudar Rosielen de Jesus”, informou Evila.

De acordo com a informação da gerente de coleta, a enfermeira Florita Moura Aquino, o sangue só pode ser produzido no corpo humano, por isso que a conscientização sobre a importância da doação deve atingir todos os públicos, a exemplo dos voluntários regulares ao serviço e os cidadãos que doam pela primeira vez para ajudar.

Ela ressalta que a manutenção dos estoques de todos os tipos sanguíneos, A, O, B e Ab, positivo e negativo, depende da frequência de comparecimento dos voluntários. “Eles estão ajudando a salvar vidas”, destacou a gerente.

Segundo a enfermeira, a depender do diagnóstico, o paciente irá fazer uso de sangue em seu tratamento terapêutico pelo resto da vida. “Os pacientes com Anemia Falciforme, Talassemia e Mielodisplasia fazem parte desse grupo que regularmente precisa de transfusão de algum componente sanguíneo, como plaquetas, hemácias e plasma”, detalhou Florita.

O Hemose fornece bolsas de sangue para pacientes que necessitam de transfusão em 27 unidades hospitalares e maternidades do Estado e rede privada conveniada, além de atender pacientes portadores de coagulopatias e hemoglobinopatias (enfermidades no sangue). Com apenas uma bolsa de sangue é possível salvar de três até quatro vidas, já que o sangue doado é dividido em diferentes componentes.

Doação de sangue

Estão aptos a doar sangue candidatos em bom estado de saúde, idade entre 16 anos completos e 69 anos, peso acima de 50 Kg. Menor de 18 anos somente com termo de autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original, com foto, válido em todo território nacional. Mais detalhes sobre os serviços através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

SES