15/01/17 - 06:49:15

SITUAÇÃO ENCONTRADA EM BOQUIM É DE ABANDONO, DIZ ERALDO

__________________________________________________________________________________________0008Desde que assumiu a Prefeitura Municipal de Boquim, em 01 de janeiro, o prefeito Eraldo Andrade (SD), encontrou o município cheio de problemas para a sua nova administração. “A situação da prefeitura, deixada pela gestão anterior, é de abandono. Praticamente não houve transição. Recebi secretarias sucateadas, prédios deteriorados e as contas bancárias ainda estão bloqueadas aguardando conclusão de procedimento burocrático para habilitação da nossa gestão. É uma situação lamentável, que nos deixa tristes e com a responsabilidade de buscarmos uma solução”, relata Eraldo.

Os secretários reclamam que a estrutura física das secretarias é precária, além da falta de equipamentos. “Recebi a procuradoria sem a mínima condição de trabalho. Falta computador e o único notebook encontrado está quebrado”, disse Valdeonor Fontes, procurador-geral do Município. Já a secretária de saúde, Ana Cruz, informa que há posto de saúde que não funciona desde a inauguração. “O posto de saúde do Bairro Simpliciano (Cipó) não tem condições de funcionamento. Foi construído fora dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Poucos medicamentos da farmácia básica foram encontrados. Estamos fazendo uma compra emergencial para suprir as necessidades. Além disso, a estrutura física da secretaria é precária. A Clínica de Saúde da Família, que atende quatro equipes de PSF, dispõe apenas de dois ares-condicionados funcionando. Estamos trabalhando para melhorar a situação”, disse Ana.

As mesmas dificuldades estruturais e equipamentos sucateados foram encontrados na Secretaria de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo. Segundo Jonas Vidal, secretário da pasta, “nenhum arquivo foi encontrado nos computadores”, o que dificulta o início dos trabalhos. O secretário relatou que “as escolas precisam de reparos e reformas urgentes. Prova disso são as inúmeras intimações judiciais pendentes da gestão passada e que tratam disso. Vamos rever os prazos com o Ministério Público e através de uma parceria com a Secretaria de Obras sanar o que há de mais grave, além de estipular um calendário de reformas e reparos”. Quanto aos espaços culturais, Vidal diz que o “cenário é caótico. O museu da cidade sofre com graves problemas estruturais e corremos risco de perder nosso patrimônio. O mesmo se vê no prédio da antiga estação ferroviária, e a nossa Fonte da Mata, um dos principais pontos turísticos, completamente abandonado. Espaços de esporte como o SESI, sem condições para a prática esportiva. Nem água para limpar os banheiros tinha”.

O secretário Edson Alves, da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho, destacou o problema no corte de serviços do Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT), da carteira de identificação Civil e a CTPS. “Mesmo com convênios e termos de cooperação vigentes, o serviço foi interrompido, fazendo com que a população tenha que se locomover a outros municípios e até mesmo a capital para tirar um simples RG. Já entramos em contato com o Instituto de Identificação para capacitação dos servidores e restabelecimento do serviço”, disse Alves.

A pior situação foi encontrada na Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. “A situação chega a ser caótica. Além da falta de equipamentos, falta material de expediente básico, de limpeza e a estrutura física comprometida pela não manutenção, inclusive da rede elétrica. Além disso, encontramos dois tratores sucateados, retroescavadeira e caçamba sem manutenção”, disse o secretário da pasta, Luiz Carlos.

Para o prefeito Eraldo, administrar Boquim será um “grande desafio. Temos muito trabalho pela frente. Nessa grande empreitada, eu e o vice-prefeito, Chicão Almeida, contamos com uma equipe que está empenhada e encorajada a tirar Boquim da situação que se encontra”.

Por Ju Gomes

Foto Assessoria