19/01/17 - 05:13:22

CENTRAL DA DPE FAZ 1,1 MIL ATENDIMENTOS PRIMEIRA SEMANA

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe registrou na primeira semana do mês de janeiro, após o recesso forense, 1,1 mil atendimentos somente na Central Defensora Diva Costa Lima, localizada na Travessa João Francisco da Silveira, 115 (continuação da Avenida Barão de Maruim), no Centro de Aracaju.

As questões mais recorrentes foram juros abusivos de cartão de crédito; ação de alimentos; revisão e execução de alimentos; divórcio; procedimentos médicos como: cirurgias, exames, suplementos alimentares, medicamentos e internamentos, além de segunda via de documentos.

O defensor público do Núcleo de Primeiro Atendimento, Marcos Feitosa, disse que o grande número de pessoas assistidas se deu após o período do recesso forense.   “É natural que após o recesso o atendimento tenha uma sobrecarga maior. É importante ressaltar que a Central atende em média 120 pessoas por dia em período normal e após o recesso de final de ano esse número chega a dobrar, mas isso somente nas primeiras semanas de Janeiro”, frisou.

Para o defensor público geral, Jesus Jairo Lacerda, a busca por serviços da Defensoria Pública tem crescido nos últimos anos. “O trabalho realizado pela Defensoria, através dos defensores públicos e servidores, tem sido ampliado. Buscamos oferecer uma prestação de serviços de qualidade e uma boa estrutura para melhor atender aos anseios da população, apesar do número insuficiente de defensores públicos e servidores para suprir a demanda”, pontuou.

A costureira, Fabiana dos Santos, solucionou uma questão de família e elogiou o atendimento recebido. “Sempre que procuro a Defensoria Pública fico satisfeita com o atendimento, agilidade e sempre que possível recomendo aos mais próximos. Já é a segunda vez que procuro a instituição e sempre saio satisfeita. Desta vez precisei de uma procuração para receber o beneficio que está bloqueado no banco de um tio que é especial e consegui mais uma vez resolver muito rápido”, destacou.

A autônoma, Maria Ormira, relatou que buscou a Defensoria por indicação de um médico para conseguir medicamento. “O médico me informou que eu só iria conseguir os medicamentos do meu filho, que faz tratamento e não pode ser interrompido, através da Defensoria Pública. Ele pediu para que viesse buscar os meus direitos, pois só aqui eu iria conseguir, uma vez que não tenho condições financeiras de comprar. Tenho certeza que os defensores públicos vão resolver meu problema”.

“Precisei tirar a segunda via da certidão de nascimento do meu filho e graças a Deus fui prontamente atendida e minha demanda solucionada”, conta satisfeita a manicure Tríssia Ferreira.

A Central de Atendimento Defensora Diva Costa Lima conta com núcleos de atendimento para tratar de questões de direito do consumidor, família e sucessões, violência contra a mulher, direito da criança e do adolescente, direitos humanos e direito do idoso, execuções penais, flagrante e delito, moradia e direito à saúde. O horário de funcionamento é das 7h às 17h.

Por Débora Matos

Foto assessoria