23/01/17 - 05:01:31

Saúde planeja ações prioritárias para os primeiros 100 dias (Foto ascom)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) trabalha a todo vapor para regularizar as ações e serviços prioritários para a população aracajuana. Para isso, a Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplandi) está construindo, juntamente com o colegiado de gestores da SMS, o “Plano dos 100 dias”.

Segundo Sayonara Carvalho, assessora técnica da Asplandi, foi realizado um balanço das ações e serviços deficitários durante a transição da gestão municipal. “Desde o mês de novembro do ano passado que a equipe de transição vem focando nas emergências elegendo as prioridades de cada área e fazendo um levantamento”, relatou.

Na tarde desta quinta-feira, 19, foi realizada a primeira reunião de planejamento das atividades prioritárias dos 100 primeiros dias de gestão com o Colegiado de Gestores composto pelo Secretário de Saúde, pela Consulta Extraordinária para Assuntos Governamentais, pelos diretores e coordenadores da Diretoria de Atenção à Saúde (DAS), da Diretoria Administrativa e Financeira (DAF), da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) e do Núcleo de Controle de Avaliação, Auditoria e Regulação (Nucaar). “O objetivo da secretaria é focar no planejamento estratégico para o fortalecimento do processo de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirmou Sayonara.

Indicadores e frentes prioritárias

A assessora técnica da Asplandi informou que serão realizadas reuniões na próxima semana com cada diretoria para ver os indicadores e as frentes prioritárias. “O nosso setor quer finalizar até o dia 31 de janeiro a construção deste plano junto com as áreas para então iniciarmos as ações destas frentes prioritárias com o Colegiado da Gestão no dia 2 de fevereiro”, explicou Sayonara.

Dentro da Diretoria de Atenção à Saúde (DAS) estão os indicadores da Atenção Básica; já as frentes prioritárias fazem parte da Atenção Especializada e da Rede de Atenção Psicossocial. Da Atenção Básica (AB) são cinco indicadores: Coleta de exames de Citopatológicos para mulheres de 25 a 64 anos; Consulta Pré-natal no primeiro trimestre de gestação; Vacinação em Crianças; Consulta na AB e Cobertura de Equipe de Saúde da Família (ESF).

A Assistência Farmacêutica e a Gestão da Informação (e-SUS) fazem parte das frentes prioritárias. Na área de Atenção Especializada o foco prioritário é a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência com o aumento da oferta de reabilitação nos serviços. E por fim, na Rede de Atenção Psicossocial as frentes serão ligados a Álcool e Outras Drogas, Eixo da Educação Permanente e revisão dos Contratos.

As prioridades do NUCAAR são em relação às Contratualizações e Habilitações. Já no DAF são: Disparar os processos licitatórios para abastecimento da Rede; Maternidade Municipal (atualizar projetos arquitetônicos); Construção de UBS; Encontro de contas com o Ministério da Saúde e com o Estado. Na área de Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) estão os seguintes eixos: Combate ao Vetor, ações de Vigilância Sanitária e Academia da Cidade.

Na área de Educação Permanente as capacitações para o programa de Telessaúde-Redes e integração ensino-serviço são eixos prioritários. Sayonara Carvalho acrescentou que a proposta de construção do plano será consolidada através de uma planilha que conta: ação, a meta da ação, o escalonamento dos 100 dias descrito a cada mês (fevereiro, março e abril), o responsável pela área, o orçamento e as parcerias. “Será um plano factível para colocar em prática as ações de forma organizada. É claro que tudo não será concluído em 100 dias, mas queremos ter um bom andamento das ações. Afinal, estamos apenas iniciando uma gestão”, concluiu a assessora.

PMA

Foto ascom