Aracaju, 29 de novembro de 2021

André Sotero e Jeferson Passos discutem orçamento da Saúde (Foto divulgação)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O secretário municipal de Saúde, André Sotero, reuniu-se com o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos, na tarde desta sexta-feira, 27, para discutir o orçamento da Saúde nestes próximos meses. O objetivo desta reunião foi traçar estratégias para honrar as dívidas da SMS e as perspectivas de ação.

Segundo o secretário da Saúde a transparência é fundamental. “Foi feito um levantamento pelo nosso setor financeiro e identificamos que temos um déficit em torno de R$ 45 milhões só com os fornecedores, a cada mês fica um déficit de R$ 6 milhões. Precisamos buscar alternativas para pagar os credores”, informou o secretário André Sotero.

O secretário da Fazenda, Jeferson Passos, disse que o momento é muito difícil para equilibrar as finanças porque a Prefeitura de Aracaju já disponibiliza 17,23% do orçamento para a Saúde, embora a lei obrigue apenas 15%. Mas, segundo ele, existem meios para se adquirir mais recursos, como por exemplo, as emendas parlamentares. “Metade destas emendas são destinadas à saúde. No entanto, é preciso que haja projetos para as áreas e que os deputados federais e senadores tenham o entendimento das necessidades destes projetos para que eles enviem as verbas ao estado e aos municípios específicos”, pontuou.

Planejamento

André Sotero explicou que existem vários problemas financeiros na Saúde. “Mas eu e minha equipe estamos buscando alternativas para quitar as nossas dívidas. O nosso planejamento está fazendo um estudo para ver a necessidade da quantidade de funcionários, já reduzimos bastante os cargos em comissão”, esclareceu.

Outro estudo é como deve ser feito para aumentar os recursos para a média e alta complexidade “Estamos vendo se vamos implantar o prontuário eletrônico, como devemos proceder em relação ao Cartão SUS, quem vai pagar a conta. Enfim, estamos trabalhando a todo vapor, em várias frentes, para organizar a casa e prestar um serviço de qualidade à população, que é o nosso maior compromisso”, relatou o secretário da Saúde de Aracaju.

A reunião aconteceu no gabinete do secretário da Fazenda e contou com a participação dos gestores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Mônica Passos, diretora do Departamento Administrativo Financeiro (DAF) e de João Vítor Mota, assessor jurídico e ainda, de Antônio Rocha, coordenador financeiro da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz).

PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Arquiteta fala sobre mudanças nos lares durante a pandemia
Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha