Aracaju, 27 de novembro de 2021

A farsa do apoio de mentirinha

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

A formação de um bloco político apenas para adquirir musculatura e influência no resultado do pleito, jamais será do faz de conta. Nenhuma legenda aceita fingir que não está apoiando determinada candidatura majoritária, porque pode por em jogo sua identidade e, acima de tudo, o caráter como partido reconhecido e que pode participar do Governo, sem qualquer mácula ou vergonha. Nos bastidores da sucessão municipal há conversas, que já serviram de comentário, de que o PSC vai apoiar a candidatura do prefeito Edvaldo Nogueira, mas sem se identificar como integrante da coligação.

Não se tem ideia de como surge esse tipo de pensamento. Independente de qualquer tendência ideológica, seria extremamente ridículo – e até humilhante – para os membros de qualquer legenda, se submeter a um constrangimento do tipo, levando em consideração o que se possa deixar transparecer ao eleitorado. Faria isso a favor de quem e por qual razão? O PSC vai sim apoiar o candidato à reeleição à Prefeitura de Aracaju, Edvaldo Nogueira, em anuncio feito através de solenidade que se realizará em março, com data ainda dependendo da agenda do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Esse boato de provável participação fingindo que “não apoia”, surgiu quando o ex-governador Jackson Barreto (MDB) anunciou que não subiria no mesmo palanque com legendas de direita, sugerindo que o PSC seria uma dessas siglas. E é. Mas se a discriminação está acontecendo agora, em razão de maior organização dessa tendência, em 2010 todos participaram juntos desse “balaio de gato” ideológico, que terminou até sendo prejudicial a setores da esquerda, porque seus membros saíram em melhores condições do que entraram.

Numa campanha, barrar votos pelo conceito político que o bloco tem não parece lógico. A esquerda só começou a ascender eleitoralmente depois que compôs com a direita e até seguir os seus conceitos. E isso ainda continua, porque o veto que se faz nas capitais não é imposto em cidades do interior, porque todos se misturam em torno de lideranças locais, onde as legendas não influenciam e nem modificam os rumos das urnas. O que se percebe hoje, em sua maioria, é vontade de trocar de legenda e necessidade de argumento que pareça convincente para isso.

Dentro desse pensamento, não há escolhas meramente ideológicas, mas conveniências partidárias que, de todas as formas, já visam as eleições de 2022. E isso está ficando cada vez mais claro…

Clóvis no Avante

Clóvis Silveira (na foto à esquerda) reuniu-se com o presidente nacional do Avante, deputado federal Luis Tibé (MG), semana passada, em Brasília. A conversa surpreendeu.

*** Tibé convidou Clóvis Silveira para presidente estadual do Avante em Sergipe.

*** Depois de conversar com o presidente regional do PSC, sábado em Aracaju, Clóvis deve aceitar o convite e se filiará dia12 de março ao Avante em Sergipe.

Trabalho intenso

Clóvis Silveira, que tem experiência na organização de partidos, e caso aceite o convite, vai montar uma boa chapa proporcional para disputar a Câmara Municipal de Aracaju e outras cidades.

*** Além de cuidar da formação de diretórios do Avante em todo o Estado, Clóvis vai organizar Diretórios Municipais e apresentar candidatos.

Ajuda ao PSC

Um detalhe: Clóvis Silveira deve colocar o seu genro, Antônio Fernandes Noronha, como presidente do Diretório Municipal do PSC em Aracaju e continuará ajudando na formação da chapa proporcional na Capital.

*** A provável ida para o Avante, não quer dizer que Clóvis se afaste politicamente de André Moura.

Márcio e o Mumbuca

Pré-candidato a prefeito de Aracaju. Márcio Macedo (PT) visitou ontem a cidade de Maricá (RJ) e ficou impressionado com o banco social Mumbuca e a circulação da moeda com o mesmo nome.

*** Segundo Márcio, é uma transferência de renda para população mais humilde da cidade, além de fazer empréstimos e conceder crédito a praticamente juros zero.

Estará no Plano

Quem apresentou esse avanço econômico em Maricá a Marcio Macedo foi o ex-prefeito da cidade, Washington Quaquá, e a deputada estadual Zeidan.

*** – A população defende de forma bastante embasada e positiva o serviço. Estou estudando esse projeto para colocar em nosso plano de governo em Aracaju.

Conversa longa

O ex-senador Eduardo Amorim (PDT) e o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB) almoçaram sábado, no Hotel Quality, e tiveram uma longa conversa. Do cardápio, se serviram de política até na sobremesa.

*** Trataram sobre eleições municipais em todo o Estado, mas sem que houvesse qualquer definição sobre aliança. Quem sabe nas futuras conversas…

Disputa Itabaiana

Eduardo Amorim mantém sua pré-candidatura em Itabaiana, mas vai esperar até março para anunciá-la oficialmente. Depende do apoio do prefeito Valmir de Francisquinho.

*** Como Valmir não acena para isso, é provável que Eduardo pense em 2022.

Evaldo disputa

O professor Evaldo Campos (Podemos) não aceitou ainda o desafio, feito por parte dos seus alunos, de aceitar disputar uma vaga de vereador na Câmara Municipal de Aracaju.

*** Se antes pensava an passant em ser candidato, atualmente admite fortemente em candidatar-se a vereador. Não está definido, mas falta apenas um pequeno empurrão.

Nome em Lagarto

A deputada Goreti Reis (PSD) disse ontem que não pretende disputar a Prefeitura de Lagarto e pediu que o seu sobrinho, Fábio Reis (MDB) não o fizesse.

*** Fábio praticamente já descartou essa possibilidade.

*** O nome do grupo que está em evidência nesse momento é o do ex-prefeito Jerônimo Reis (MDB), que começa a se animar para isso.

Apoio do PT

O grupo liderado por Valmir Monteiro (PSC) também já tem nome: deputado estadual Ibraim Monteiro, que não esconde o seu objetivo.

*** Um detalhe: o PT apoia a candidatura de Ibraim em Lagarto.

Sobre PT e Gualberto

Já chegou à direção do PT o documento emitido pela Articulação de Esquerda, pedindo abertura de processo, junto à Comissão de Ética, para analisar se o deputado estadual Francisco Gualberto infringiu o regulamento ao votar na reforma da Previdência.

*** Caso dê andamento, o PT pode impor advertência, suspensão ou expulsão…

*** Pelo que se verifica dentro do partido, a tendência é que o processo não dê andamento e Gualberto se mantenha na legenda.

Apoio sem dúvida

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) diz que o partido fez o lançamento da pré-candidatura da delegada Daniele e “estamos trabalhando forte”. Acha que o nome da delegada “segue crescendo.”

*** Quanto à vereadora Emília Correa, Georgeo diz que ela sempre honrou sua palavra e seus compromissos. “Não tenho dúvidas do seu apoio”.

Integração ao grupo

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) também admite que a pré-candidatura de Daniele está com “uma excelente receptividade”, como já indicavam as pesquisas.

*** Para Alessandro, “o grupo está unido e muito tranquilo”.

*** Disse que a vereadora Emília Corrêa já manifestou várias vezes sua posição de integração ao grupo. E que decisão do Patriota depende de agenda própria deles, “que nós respeitamos,”

Continua pesquisa

Na Câmara Municipal, segundo vereadores, Emília Correa (Patriota) diz que continua fazendo pesquisas internas para manter candidatura à Prefeita de Aracaju.

*** Segundo um vereador, Emília teria dito que a ser candidata a vice prefere disputar a reeleição.

*** Além disso, fica bem claro que o Patriota não vai apoiar a delegada Daniele…

Fim dos descontos

O deputado Capitão Samuel disse ontem que ficou “feliz” por ser aprovado o fim dos descontos da Retae (horas extras dos policiais) dos PMs, BMs, policiais civis e policiais penais.

*** – Graças a Deus votaremos na próxima semana, disse.

Trabalho danado

O subtenente Edgard Menezes diz que o Ministério Público de Sergipe está tendo um trabalho danado com uma Associação Militar, o seu presidente em busca de votos para se eleger vereador.

*** – Ele está denunciando até maus tratos à bonecas, ironiza. Segundo Edgard, “o militar candidato está desesperado”.

Um bom bate papo

Pode ser surpresa – Ramo Robertinho pode ser uma surpresa na disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Nossa Senhora do Socorro. A juventude está com ele.

Sem estrelas – As conversas agora se direcionam a formação de chapas para disputar mandato de vereador, com cuidado de não por em um mesmo partido só estrelas.

Sobre prévia – O retorno dos blocos que circularam durante o Pré-Caju pela Avenida Beira Mar é um sinal de que a prévia pode retornar no próximo ano.

Boa análise – Há necessidade de uma análise sobre essas prévias, para ver se realmente valem a pena. O Fortal, que ainda se realiza em Fortaleza, já não é mais como antes.

Sobre Salvador – O desfile de blocos em Salvador, durante o carnaval, ainda arrasa, mas as estrutura dos camarotes, com shows e boates estão superando.

JB não falta – O ex-governador Jackson Barreto mantém todo o seu vigor e presença nos blocos que saem em Aracaju. Não falta a nenhum…

Abre o bico! – O juiz Aldo Melo aconselha: Abre o bico Queiroz! Olhe o que aconteceu com Celso Daniel! Abre o bico Queiroz! Essa galera não perdoa!

Cair o queijo – As conversas políticas ocorrem nos bastidores e podem trazer muitas surpresas mais à frente, inclusive com mudanças de cair o queixo.

Dois partidos – Pelo menos dois partidos de médio e grande portes estarão declarando apoio a Edvaldo Nogueira nos primeiros quinze dias de março.

Grandes fortunas – O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, sobre taxação de grandes fortunas: “Esse assunto não está na minha agenda”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado