01/06/20 - 05:03:35

LOGÍSTICA DE DISPENSAÇÃO DE REMÉDIOS NAS UBS DA CAPITAL SEGUE MODIFICADA

Campanha de informação e orientação à população sobre Covid-19

Desde o final do mês de março, poucos dias após a confirmação do primeiro caso de covid-19 na capital, a Prefeitura de Aracaju alterou o funcionamento de oito Unidades Básicas de Saúde (UBS), as quais passaram a ser referência para o atendimento a pessoas com síndromes gripais, assim, a dispensação de medicamentos nessas unidades também foi modificada com o intuito de resguardar a população à exposição de possíveis casos de coronavírus.

As unidades referência que deixaram de fazer a dispensação de medicamentos são: UBS Augusto franco, no conjunto Augusto Franco; Geraldo Magela, no conjunto Orlando Dantas; Ministro Costa Cavalcante, no Inácio Barbosa; Fernando Sampaio, no Castelo Branco; Cândida Alves, no Santo Antônio; Eunice Barbosa, no Coqueiral; José Machado, no Santos Dumont, e a Onésimo Pinto, no Jardim Centenário.

No que se refere à distribuição dos medicamentos, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) adotou importantes medidas para contribuir com a regularidade dos remédios ofertados à população, como explica a coordenadora da Rede de Assistência Farmacêutica e Insumos (Reaf) da Secretaria Municipal da Saúde, Cyndi Heleinne Pires Santos.

“O maior objetivo é evitar a circulação do usuário que não foi diagnóstico com nenhuma síndrome gripal nas unidades referência, onde há o trânsito de possíveis infectados. Os usuários dessas oito unidades referência têm porta aberta e estão recebendo atendimento e dispensação de medicamentos nas outras 37 unidades de saúde da cidade”, esclarece Cindy.

Nessas unidades que passaram a atender uma demanda maior de dispensação de medicamentos, como previsto no Plano de Contingência da Prefeitura, o atendimento foi estendido e é realizado das 7h às 20h.

Outra medida adotada pela Prefeitura foi estender a validade das receitas, assim, a prescrição de medicamentos comuns de uso contínuo, por exemplo, terá validade de seis meses. “No entanto, a dispensação segue ocorrendo de 30 em 30 dias. Já para medicamentos sujeitos a controle especial, foi autorizada a ampliação do quantitativo e do período máximo aos usuários, contemplando seis meses de tratamento, de acordo com o estoque disponível”, revela a coordenadora.

Ainda de acordo com Cindy, os medicamentos controlados, especificamente, que, antes, eram dispensados na UBS Geraldo Margela, no Orlando Dantas, estão sendo distribuídos na Augusto César Leite, já que a primeira passou a ser unidade de referência.

Além disso, a dispensação de medicamentos para usuários dos Programa de alergia alimentar, osteoporose e parkinson também sofreu alteração. Nesses casos, os usuários irão diretamente à farmácia de não padronizados, no Cemar Siqueira Campos, munidos da documentação pertinente, para ter acessos aos medicamentos ou suplementos alimentares.

Documentação

Para ter acesso aos medicamentos, é necessária a apresentação do documento de identidade, cartão SUS ou comprovante de endereço para usuários extra área (aqueles cujo território não tem agente de saúde), receita original e cópia.

Foto André Moreira