Aracaju, 23 de julho de 2021

Governo e prefeitura de Campo do Brito planejam a criação de rota da farinha

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na Região Agreste de Sergipe, a Rota da Farinha vai ofertar o turismo ecológico e de base comunitária, com trilhas, cachoeiras e visita a casas de farinha da região

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (20), na Secretaria Estadual de Turismo, o secretário Sales Neto recebeu o prefeito do município de Campo do Brito, Marcell Souza, e trataram sobre estratégias de criação de novos roteiros turísticos ecológico e de experiência.

Entre as ações foi discutida a “Rota da Farinha”, localizada na Região Agreste do estado, e que envolverá os municípios de Campo do Brito, São Domingos e Macambira. O novo roteiro sergipano poderá proporcionar aos turistas uma experiência imersiva, unindo trilhas, cachoeiras, visitas guiadas às casas de farinha da região e degustação da culinária típica local.

O secretário, Sales Neto vê com bastante entusiasmo a criação do novo roteiro turístico. “O turista vai conhecer como é a preparação do alimento típico brasileiro – a farinha de mandioca. Além de ver, ele vai poder ajudar a fazer a farinha, proporcionando uma experiência única. Para finalizar o passeio  a ideia é uma farta refeição a base de pirão”, explicou.

Sales Neto destacou ainda que o objetivo é unir o ecoturismo, a gastronomia, o turismo de base comunitária e de experiência. “Para isso, as equipes da Secretaria de Estado do Turismo e da prefeitura de Campo do Brito já estão iniciando os preparativos. Em breve iremos para campo, desenhar o projeto dessa nova rota que será um grande sucesso para o turismo sergipano”, ressaltou.

Segundo o prefeito de Campo do Brito, Marcell Souza, a atividade econômica da região tem como característica forte a monocultura da mandioca, com aproximadamente 600 casas de farinha, por isso criação da Rota na região será tão importante. Segundo ele, tratam-se de agroindústrias baseadas na agricultura familiar.

“Além disso, temos inúmeras trilhas e cachoeiras, como a Serra da Miaba e a barragem de Campo do Brito. Somos fortes ainda no turismo esportivo, pois o nosso município é reconhecido pela Assembleia Legislativa de Sergipe como a capital sergipana de mountain bike, por dispormos das melhores trilhas do estado. Com esse potencial, estamos tentando criar esse roteiro para atrair o turista, unindo o ecoturismo, como o turismo de experiência”, finalizou o prefeito, completando que em agosto receberá a visita técnica do secretário Sales Neto e das equipes da Setur.

Participaram também da reunião o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gildo Antônio; o diretor de Turismo, Daniel Tavares e o presidente da Cooperativa dos Produtores de Farinha de Mandioca (COOFAMA), Luiz Carlos, além da   equipe técnica da Secretaria de Estado do Turismo.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeitura de Barra empossa servidores aprovados no concurso
Lúcio Flávio diz que insinuação de suposta ameaça “é tão absurda que dispensaria resposta”
Rosário: vereadores discutem pautas futuras e balanço dos trabalhos
Redes Públicas de Ensino se preparam para Avaliação de Fluência