Aracaju, 31 de julho de 2021

MACHADO PEDE EMENDAS IMPOSITIVAS DA BANCADA FEDERAL PARA OBRAS DA BR-101

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente estadual do DEM, José Carlos Machado, avalia que a conclusão das obras da duplicação da BR-101 em Sergipe somente ocorrerá se houver o desprendimento da bancada federal. Segundo ele, que já foi coordenador da bancada, os deputados e senadores devem colocar emendas impositivas para conclusão da obra de duplicação da BR-101, que se arrasta há mais de duas décadas.

“Emenda de bancada não é para varejo, mas para obras estruturantes”, declara Machado à coluna.  “Faltam cerca de R$ 200 milhões para conclusão das obras. Só tem destinados no orçamento da União R$ 34 milhões. O problema não vai resolver nunca se a bancada não destinar emendas”, avalia.

Defende que já este ano a bancada se una e destine pelo menos R$ 60 milhões de emenda para a obra. “É fundamental que o governador Belivaldo Chagas tome essa iniciativa de reunir a bancada, já que tem maioria, e faça esse apelo”. Ressalta que a bancada federal dos vizinhos estados da Bahia e Alagoas destinaram emendas  para duplicação da BR 101 em seus estados. “As obras andaram porque os parlamentares ajudaram”, frisou.

Entende que o governador, os deputados federais e senadores devem aproveitar a vinda do presidente Jair Bolsonaro a Sergipe nessa quinta-feira (28), junto com o ministro da Infraestrutura, ministro Tarcísio Freitas, para uma conversa sobre as obras da duplicação da 101 da região Norte.  “Depois se discute a parte sul”, afirma.

“Está mais do que na hora dos nossos representantes se reunir com o ministro e cobrar. É preciso chegar e perguntar o que está faltando. Depois se comprometer de destinar recursos de emenda de bancada para conclusão da obra”, defende Machado.

Lamenta que alguns parlamentares prefiram destinar emendas para calçamento de ruas, por dar voto. “O que a Codevasf tem de dinheiro para calçar ruas é absurdo. Não tem nem tempo para acabar de tanta demanda. Muitos entendem que não devem destinar recursos para BR -101 por ser uma obra do governo federal, mas esquecem que beneficiará diretamente moradores de vários municípios que margeiam a 101, a exemplo de Propriá, Cedro de São João, Capela, Carmópolis, Maruim, entre outros. Fora os que trafegam pela rodovia”,

Esse entendimento de Machado é pertinente e já tem o apoio declarado da senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Deve ser abraçado pelos demais membros da bancada federal, pois o maior beneficiário é o povo de Sergipe, que, inclusive, corre risco de morte ao trafegar por essa rodovia federal da forma que se encontra há anos.

Que os deputados federais e senadores, liderados pelo governador, tenham essa conversa com o presidente e o ministro já nessa quinta, quando estarão em Sergipe exatamente para inauguração do acesso à nova ponte da BR-101 sobre o Rio São Francisco, ligando Sergipe a Alagoas.

 

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa