Aracaju, 1 de agosto de 2021

O ato de escrever é temática do Sarau no Coreto, em Monte Alegre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A noite deste sábado, 30/01/21, foi regada à poesia e uma roda de conversa sobre o “Caminho da escrita: a voz de escritores” na 41ª edição de Sarau no Coreto, Monte Alegre de Sergipe. O evento aconteceu na plataforma Google Meet reunindo escritores sergipanos e a escritora pernambucana, Bruna Carvalho.

Na ocasião, o anfitrião, profº Carlos Alexandre, fez uma explanação do processo da escrita na sociedade desde a pré-história até a contemporaneidade, ressaltando a importância do surgimento da imprensa no Século XV por Johannes Gutemberg. Esta criação revolucionou a escrita por permitir um marco temporal e atemporal dos registros. Hoje, desfrutamos de um acervo voltado a diversas áreas do conhecimento impresso e digital. Além disso, houve um destaque de alguns escritores sergipanos e dos movimentos literários que acontecem em nosso estado.

O escritor Antônio Francisco (Saracura) falou de sua caminhada, evidenciando o resgate das memórias, a recepção dos seus textos e o diálogo entre o escritor e leitores. Em seguida, foi feita a recitação do poema “Mutante Insanidade” do poeta gloriense Jorge Henrique. Jodoval Luiz, presidente da Academia Riachuelense de Letras, Ciência e Artes (ARLA), abordou sobre as ações desenvolvidas pela Academia junto à comunidade do município de Riachuelo – SE, destacando o envolvimento de jovens estudantes na I Antologia organizada pela ARLA. Corroborando com a abordagem do acadêmico, o escritor estanciano Hélio de Souza fez uma explanação de sua caminhando e destacou que no auge dos seus 80 anos estará lançando sua primeira obra literária.

A poesia voltou à cena com uma recitação autoral da jovem Adriely. Após a recitação, Carlos Alexandre e Márcia Fernanda, fizeram a apresentação do card de divulgação do IV Encontro de Escritores Monte-Alegrenses & Convidados (IV EEMAC). As inscrições estarão abertas de 01/02/21 a 31/05/21 para escritores de todo o Brasil.

O professor Adebaldo Junior destacou a importância do envolvimento de jovens no universo da escrita, citando o projeto desenvolvido por ele e o professor Jorge Henrique sobre a produção de contos que envolveu jovens estudantes de Nossa Senhora da Glória-SE.

Seguindo, o pároco Adalto Santos, a escritora Bruna e o professor Adhemir Quaresma recitaram um poema de própria autoria. Aloísio Rosa, professor e escritor, fez um apontamento sobre o ato de escrever, evidenciando a construção das personagens.

A edição é encerrada com uma recitação feita pela professora Márcia Fernanda e com uma reafirmação da necessidade de preservarmos e valorizarmos a escrita feita por homens e mulheres de nosso Brasil. Contamos com a presença da jovem Adriene e do escritor monte-alegrense José Nunes. Consolidando o pensamento da escritora Clarice Lispector quando disse que “Minha liberdade é escrever. A palavra é o meu domínio sobre o mundo”. Tenhamos liberdade de escrever e reescrever histórias reais e fictícias.

O Sarau no Coreto é este universo de palavras escritas, faladas e cantadas. O palco de todos. Um espaço plural e significativo no coração do sertão sergipano. Em fevereiro, abordaremos sobre o “Racismo” e você é o nosso convidado. Vida longa ao Sarau no Coreto!

Carlos Alexandre N. Aragão

Idealizador

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa