Aracaju, 28 de julho de 2021

PRESIDENTE DA ACESE: “ABRIR O COMÉRCIO NO CARNAVAL É A DEFESA EMPREGOS E DA VIDA”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Marco Pinheiro, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), entende que é importante que os comerciantes tenham o direito de abrir as portas nos dias 15 e 16 deste mês, quando deveria acontecer o Carnaval. Segundo ele, como não há nenhuma proibição ou uma permissão, deve-se respeitar a liberdade do empresário decidir o que é melhor para o seu negócio.

“Não existe o feriado de carnaval. O que sempre existiu foi a cultura de darmos a folga. Mas esse ano exige o bom senso. Vai da cabeça de cada um a sua necessidade. Cada um sabe o que é melhor: abre o comércio quem quiser e fecha quem quiser também”, alega. O presidente justifica que a garantia desse direito representa a defesa dos empregos e das vidas.

“Impor o fechamento é um contrassenso em um momento em que estamos lutando para reaver a economia. Muitas empresas ainda estão tendo dificuldades para enfrentar a crise e manter seu negócio funcionando. Por isso, abrir um ou dois dias a mais tem sua relevância. Ajudar a manter esses empreendimentos vivos significa manter empregos em um momento em que postos de trabalho estão se escasseando”, defende.

“Vale lembrar que as festividades de carnaval foram suspensas e o próprio Governo não decretará ponto facultativo. Isso porque há uma preocupação de evitar festas, aglomerações e, é claro, com a saúde e salvando vidas. Temos esse mesmo pensamento: a garantia da vida e do emprego que ajuda pais e mães de família a garantir o seu sustento”, completa Pinheiro.

O posicionamento do presidente vai de encontro ao argumento do Sindicato dos Comerciários que deseja o fechamento das lojas nos dias 15 e 16. A entidade alega que há um acordo coletivo garantindo a folga neste período. Porém, o gestor da Acese explica que o acordo não está mais vigente desde 2020. “É uma análise prática: a convenção coletiva não tem mais validade. Não há mais que se estender”, garante.

O presidente da Acese acrescenta que outros setores deverão funcionar durante os dias de carnaval. Contudo, não há nenhuma ação ou crítica neste sentido. “O julgamento que está sendo feito é somente em torno do comércio. Bares, restaurantes e serviços de uma maneira geral vão funcionar. Por que somente os comerciantes não poderão abrir as suas portas?”, questiona Pinheiro.

Por Daniel Soares

Foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Covid-19: Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação
Conselhos de Atitude Solidários encerram campanha solidária
Prefeito de Aracaju recebe medalha do cinquentenário do TCE de Sergipe
Segundo dia de greve é marcado por ato na Saúde de Maruim