Aracaju, 2 de agosto de 2021

Procon Aracaju orienta sobre cancelamento de pacotes de viagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com a suspensão de eventos e pontos facultativos, no período do Carnaval, a Prefeitura de Aracaju mantém atenção às demandas dos consumidores que precisaram cancelar pacotes de viagem. Para orientar sobre medidas que possam garantir o equilíbrio nas relações de consumo, a Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), através do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), esclarece as questões mais recorrentes.

Para regular o adiamento e o cancelamento de serviços, reservas e  eventos dos setores de turismo e de cultura, em razão do estado de calamidade pública decorrente da pandemia do novo coronavírus, foi publicada, em agosto de 2020, a Lei Federal nº 14.046.

O coordenador do órgão municipal de proteção ao consumidor, Igor Lopes, explica que, de acordo com essa Lei, em caso de adiamento ou de cancelamento de reservas, eventos, shows e espetáculos, em virtude da covid-19, o fornecedor de serviços não é obrigado a reembolsar os valores pagos pelo consumidor.

“No entanto, para se isentar do reembolso, a empresa contratada deve assegurar a remarcação dos serviços, reservas ou eventos adiados ou disponibilizar crédito para uso ou abatimento na compra ou contratação de outros serviços”, destaca o coordenador do Procon Aracaju.

O consumidor que solicitar o crédito tem direito a utilizá-lo em até 12 meses, a partir do encerramento do estado de calamidade pública. Caso o consumidor opte pela remarcação, deverá ser respeitado o prazo de 18 meses após o encerramento do estado de calamidade para realização do evento ou serviço adiado. “Deverão ser respeitados os valores e condições anteriormente contratados”, pontua Lopes.

“Para realizar as solicitações previstas em Lei, o consumidor tem o prazo de 120 dias, contados a partir da comunicação do adiamento ou do cancelamento ou 30 dias antes da realização do evento, o que acontecer antes”, frisa o coordenador.

Os esclarecimentos de dúvidas ou registros de reclamações podem ser realizados junto ao Procon Aracaju por meio do SAC 151 ou pelo telefone 3179-6040, em dias úteis, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. O consumidor também pode direcionar suas solicitações através do e-mail procon@aracaju.se.gov.br.

Foto: Sergio Silva

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas em várias capitais
Brasil tem 20.503 casos e 464 mortes por covid-19 em 24 horas
Aracaju ultrapassa 344 mil vacinados contra a covid-19, o que representa 51,75% da população
Boletim do coronavírus em Aracaju: 246 novos casos e dois óbitos