Aracaju, 23 de julho de 2021

Pagar em dia é uma obrigação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza

O governo de Sergipe só falta soltar foguetes porque, após sete anos pagando a folha de pessoal com atrasos de quase 15 dias, vai depositar os salários dos servidores dentro do mês trabalhado. Ora, isso não é motivo para festejar, pois pagar os compromissos em dia é uma obrigação. Quem não o faz é velhaco ou incompetente. Ademais, nesta quase uma década, a situação dos servidores só piorou. Além de receber o salário atrasado por tanto tempo, o funcionalismo não teve um níquel furado de reajuste e os coitados dos aposentados ainda foram obrigados a contribuir para a Previdência: um absurdo! Por fim, a volta do pagamento da folha salarial em dia lembra a lenda de um cidadão que, ao reclamar do pouco espaço dentro de casa, foi aconselhado a colocar um bode na sala. A situação, claro, só piorou, pois o animal comia os móveis, berrava e chifrava todo mundo. Uma semana depois, aconselhado a devolver o bode ao pasto, o suplicante agradeceu a Deus por morar numa casa tão espaçosa. Esta deve ser a sensação de alívio do servidor estadual ao voltar a receber os salários dentro do mês trabalhado. Home vôte!

Reeleição ameaçada

A reeleição da Mesa Diretora da Assembleia de Sergipe foi contestada junto ao Supremo Tribunal Federal pela direção nacional do Pros. O partido também pediu ao STF a anulação das reeleições das Mesas dos Legislativos de outros sete estados. O argumento é que a Constituição brasileira veda a reeleição na mesma legislatura. Decisão recente do Supremo negou o desejo de se reelegerem dos ex-presidentes do Senado e da Câmara Federal, David Alcolumbre (DEM) e Rodrigo Maia (DEM). A presidência da Assembleia ainda não se manifestou sobre a ação do Pros. Então, tá!

Perguntar não ofende

Tudo certo, tudo bem que a Prefeitura de Aracaju monitore o desembarque dos passageiros no aeroporto Santa Maria para detectar possíveis infectados pela covid-19. Será que o pessoal da Secretaria Municipal da Saúde também está aferindo a temperatura e o cadastrando as centenas de pessoas que chegam diariamente em Aracaju pelo terminal rodoviário José Rollemberg Leite? Marminino!

Agora vai!

Uma ótima notícia para os milhões de miseráveis angustiados com a demora do Congresso em aprovar a renovação do auxílio emergencial: pelo visto, agora o benefício será aprovado a toque de caixa e repique de sino. Por que? Ora, após o pastor Heleno Silva (Republicanos) ter ido, ontem, à Câmara propor a aprovação do novo auxílio, ai dos congressistas se não votarem logo esse importante projeto. Para provar o seu ato de bravura, Heleno até fez uma foto agarradinho com o deputado Arthur Lira (PL). Brincadeira à parte, é muita demagogia do reverendo, né não? Misericórdia!

Bate boca inútil

Enquanto os sergipanos rezam aos céus para serem logo vacinados contra a covid-19, o senador bolsonarista Alessandro Vieira (Cidadania) e o governador Belivaldo Chagas (PSD) travam um bate-boca inútil. Em vez de se unirem nessa luta pela vida, os dois políticos gastam saliva com discussão pífia, um acusando o outro de fazer politicagem sobre a pandemia. Parecem até dois colegiais se digladiando pela simpatia da torcida no campinho da escola. Ora senhores, tomem prumo!

Quase parando

Uma comissão de vereadores aracajuanos ficou estarrecida com a lentidão das reformas dos terminais de ônibus da capital. No terminal do Distrito Industrial, apenas um pedreiro e dois ajudantes empurram a obra com a barriga, sem pressa alguma para concluí-la. E olhe que o prazo para o término da empreitada era agosto do ano passado. Diante da vagareza atestada pelos vereadores, a reforma deve ficar pronta na campanha eleitoral de 2024. Cruz, credo!

Batendo pernas

E os prefeitos sergipanos avionaram à Brasília, onde pressionam a bancada federal por emendas do Orçamento da União para os seus municípios. Essa é uma prática antiga e dispendiosa para os cofres municipais, que bancam passagens, hospedagens, diárias e outras cositas más nas noites brasilienses. Esse bate pernas de prefeitos e auxiliares por Brasília poderia ser evitado, pois a pressão à bancada deveria ser feita aqui mesmo em Sergipe, onde os deputados federais e senadores passam maior parte do tempo. Misericórdia!

Vida mansa

Enquanto a classe política se aperreia nos debates sobre as ainda distantes eleições de 2022, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) curte o aconchego familiar, desfrutando do nosso sol tropical. Prova disso foi a visita que fez, no último final de semana, ao maravilhoso Cânion de Xingó, em Canindé do São Francisco. “Concluindo as comemorações do niver de 80 anos de minha cunhada Petrucia. Tinha que ser no Velho Chico, afinal ela é beiradeira desse rio”, escreveu JB, na legenda da foto publicada no instagram. Quem pode, pode. Aff Maria!

Governo planejado

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) reuniu, ontem, o secretariado para discutir o Mapa Estratégico de sua nova administração. Foram abordados valores da gestão, missão, visão objetivos, a partir dos eixos de desenvolvimento humano, social, econômico e urbano sustentáveis. “Estamos discutindo coletivamente para chegarmos aos mais abrangentes e melhores projetos que guiarão o nosso governo”, explicou Nogueira. A expectativa do prefeito é que o Planejamento Estratégico 2021-2024 fique pronto até abril próximo. Ah, bom!

Torrando dinheiro

E o governo de Sergipe não se cansa de nomear apadrinhados em cargos comissionados. O último brindado com uma “boquinha”, a ser paga pelo contribuinte, foi o radialista Gerliano Lima Brito, novo diretor da Secretaria Geral de Governo. O moço é locutor na rádio interiorana Luandê/FM, pertencente ao ex-prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida (MDB). Este distinto político derrotado, também foi presenteado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) com o cargo de superintendente-executivo da Secretaria Estadual da Administração. E ainda há quem diga pelas esquinas de Sergipe que o governo não tem dinheiro. Que lorota. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 31 de janeiro de 1920.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

NE é a única região a registrar aumento no preço do etanol no início de julho, diz Ticket Log
Aracaju vacina contra HPV crianças e adolescentes até 14 anos
Polícia prende suspeito de chefiar grupo de roubo a motocicletas em Aracaju
SMTT monta programação educativa especial para a volta às aulas na capital