26/02/21 - 05:53:04

PC Unida realiza ato em Umbaúba em memória a policiais mortos no município

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) e a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE) realizaram nesta quinta-feira, 25, no município de Umbaúba, um ato simbólico em homenagem à memória dos colegas policiais civis Fabio Alessandro Pereira Lopes e Marcos Luis Morais, mortos no exercício de sua função, em dezembro do ano passado.

O presidente do Sinpol/SE, Adriano Brandeira, agradeceu a presença de todos os que estiveram presentes e afirmou que o trabalho sindical é constante para que essas perdas não sejam esquecidas e que outras não venham a acontecer.

“Esse luto será permanente porque para a gente não passou. O Governo do Estado e a gestão da Polícia Civil têm tratado a morte dos colegas como algo passageiro e nós não vamos aceitar. Só quem sabe o tamanho da dor da perda desses guerreiros são os familiares. Estamos em uma luta por respeito, valorização e estrutura porque não somos profissionais invisíveis. Queremos que fatos como a morte desses dois colegas e tantas outras, como a do delegado Ademir, não aconteçam”, ressaltou Adriano Bandeira.

Na avaliação do presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol), Isaque Cangussu, o dia de hoje será um marco da consolidação da união da categoria.

“O dia 25 de fevereiro de 2021 ficará na história da Polícia Civil. Todos se uniram para homenagear nossos colegas guerreiros que foram covardemente assassinados no município de Umbaúba. Algo que me incomodou particularmente foi a timidez com que o Governo do Estado se manifestou em relação ao fato. Parece até que não existiu. Honrar a memória dos colegas é, antes de tudo, um dever nosso e do próprio Estado. Manter acesa essa memória é um ato de respeito às suas histórias, às famílias e a todos que fazem a Polícia Civil”, ressalta Cangussu.

Policiais rodoviários federais e militares também estiveram presentes e demonstraram o apoio à homenagem. Também prestigiaram o ato os deputados estaduais Capitão Samuel e Georgeo Passos; Humberto Maravilha, prefeito de Umbaúba; o vereador Gutto Prado, presidente da Câmara Municipal de Umbaúba; o chefe de gabinete do deputado federal Alessandro Vieira, Hebert Pereira, e Luiz Artur, diretor regional do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc).

Fonte e foto PC