Aracaju, 2 de agosto de 2021

Formação profissional em tempos de pandemia é tema de debate

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Com todo o investimento  em Educação a Distância (EAD), o número de matrículas na modalidade cresce a cada ano. O avanço da tecnologia também ajuda bastante a transformar esse cenário. Com internet mais rápida, já é possível acompanhar aulas ao vivo, assistir a vídeos, acessar materiais de aula e trocar informações com colegas e tutores com mais tranquilidade.
De acordo com o diretor de EAD do grupo Ser Educacional, Enzo Moreira, a tendência é que os números continuem aumentando. “O EAD tem um papel muito importante na democratização do acesso ao ensino superior, levando graduação de qualidade, com recursos tecnológicos de última geração, para todas as regiões do Brasil, o que antes se concentrava apenas nos grandes centros urbanos” afirma.
Nesta quarta-feira (03), o Ser Educacional – mantenedor das marcas UNINASSAU, UNINABUCO, UNAMA, UNIVERITAS, UNG, Unifacimed, UNESC, Unijuazeiro e UniNorte – promove uma live para debater e formação profissional em tempos de pandemia. Os interessados devem acessar o canal do Leiaja no Youtube às 19h.
Na oportunidade serão debatidos os temas: As diferentes formas de qualificação EAD e os públicos indicados para essas qualificações; Cursos livres e cursos de extensão EAD; Graduação e pós-graduação on-line; Vale a pena fazer uma graduação a distância?; Investir numa mudança de carreira ou tentar me qualificar num curso EAD da minha área?; Fazer um curso livre EAD ou tentar uma pós-graduação online?, entre outros.
Os interessados devem se inscrever no site
Da assessoria
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas em várias capitais
Brasil tem 20.503 casos e 464 mortes por covid-19 em 24 horas
Aracaju ultrapassa 344 mil vacinados contra a covid-19, o que representa 51,75% da população
Boletim do coronavírus em Aracaju: 246 novos casos e dois óbitos