04/03/21 - 02:01:50

Renata Sorrah sobre comparação com personagem, em ‘Filhas de Eva’: ‘Nunca fiquei numa relação que não fosse ótima para mim’. A coletiva de imprensa da série aconteceu virtualmente

Tem novidade chegando ao catálogo do Globoplay! 😍 A partir de 8/3,Dia Internacional da Mulher, a plataforma passa a exibir Filhas de Eva. Seguindo pistas dadas pelo próprio nome da história, a trama se desenrola sob o olhar de três protagonistas femininas fortes, independentes e, ao mesmo tempo, diferentes umas das outras: Stella(Renata Sorrah), Lívia (Giovanna Antonelli) e Cléo (Vanessa Giácomo). Logo no primeiro episódio, seus caminhos serão entrelaçados e seus dilemas ganharão novas camadas.

Durante a comemoração das bodas de 50 anos de casamento entre Stella e seu marido, Ademar (Cacá Amaral), a mãe de Lívia percebe que não quer mais continuar presa ao matrimônio, e decide pedir o divórcio para seguir de encontro, finalmente, aos seus sonhos. Inevitavelmente, a atitude fará com que sua filha repense a relação com o marido e com a própria família.

Filhas de Eva conta a trajetória de mulheres que estão presas a padrões que não as fazem felizes. Stella repete o destino de sua geração, que abriu mão de sonhos pelo casamento e pela maternidade. Lívia tem sua carreira, mas sofre por não ter o controle da vida afetiva que idealizou. Já Cléo, com sua baixa autoestima, precisa garantir teto e sobrevivência antes de pensar em qualquer realização pessoal.

“Nenhum personagem termina como começou, eles passam por uma transformação. A gente precisa ser elástico para sobreviver, principalmente nesse último ano que a gente viveu, onde passamos por muitas mudanças”, avalia Antonelli.

Pautas importantes em destaque 🙌

 

Com a série trazendo enredos fortes de mulheres persistentes buscando e batalhando pelo o que acreditam, o conceito de sororidade ganha um peso especial na narrativa.

“A história é sobre sororidade, que era uma palavra que antigamente a gente não conhecia. Há um tempo as mulheres competiam umas com as outras, e hoje a gente sabe que só somos fortes quando damos as mãos umas às outras”, afirma Renata Sorrah.

 

O elenco feminino de 'Filhas de Eva' conta ainda com Dora (Débora Ozório) e Zezé (Analu Prestes).  — Foto: Globo/Estevam Avellar

O elenco feminino de ‘Filhas de Eva’ conta ainda com Dora (Débora Ozório) e Zezé (Analu Prestes). — Foto: Globo/Estevam Avellar

Para Giácomo, embora as personalidades das protagonistas sejam diferentes, elas conseguem se reconhecer umas nas outras em certos traços e ambições.

“Cada uma seguiu seu caminho de aprendizado. São mulheres corajosas, buscaram felicidade, seus diferentes sonhos, seus desejos. Mas todas elas foram atrás do seu legado. É essa a mensagem”, pontua Vanessa Giácomo.

 

Personagem ou vida real? 🔍

 

Sobre o que as aproximam e os pontos que as distanciam de suas personagens, as atrizes falaram de seus relacionamentos, vida pessoal e como lidam com mudanças. Sorrah disse que nunca ficou presa a um casamento de meio século como o de Stella.

“Eu nunca fiquei numa relação sem estar ótima. Quando não ficava bom, não dava pra continuar. Por nenhum outro motivo, nem por amor. Nunca fiquei casada com alguém por 50 anos. Eu nunca tive um casamento feito a Stella. Eu me considero uma mulher livre, nunca estive nesse perrengue. Mas tenho certeza de que várias mulheres vão se identificar com ela, várias! Eu sempre achei um absurdo você continuar um casamento ou relação que não é boa, que não soma”, confidencia.

Renata Sorrah fala sobre relacionamentos em coletiva de 'Filhas de Eva'.  — Foto: Reprodução

Renata Sorrah fala sobre relacionamentos em coletiva de ‘Filhas de Eva’. — Foto: Reprodução

Para Giovanna, Lívia está tons acima na seriedade em comparação à alma solar que a artista expressa, na vida real.

“Eu sou sempre uma pessoa em obras, estou sempre mudando e sempre afim de mudar. Eu estou com 45 anos, e não sei se quero viver os próximos 45 assim ou de outro jeito. Eu topo tudo, aceito tudo, porque eu tenho certeza de que vai dar certo.”

As artistas aproveitaram para convidar o público para assistir Filhas de Eva, e Gio sintetizou o que o elenco, direção, produção e roteiro esperam que a trama seja para os espectadores.

“A gente quer assistir a coisas leves que a gente se identifique, até pra tratar de assuntos importantes, como o feminismo. O que propomos com Filhas de Eva é uma comédia leve.”

 

Bastidores das gravações de 'Filhas de Eva' conta com família de Lívia reunida: a filha, Dora (Débora Ozório) e o marido, Kleber (Dan Stulbach).  — Foto: Globo/Paulo Belote

Bastidores das gravações de ‘Filhas de Eva’ conta com família de Lívia reunida: a filha, Dora (Débora Ozório) e o marido, Kleber (Dan Stulbach). — Foto: Globo/Paulo Belote

Vanessa diz que, assim como todas as pessoas, Cléo, Stella e Lívia erram e acertam – o que garante uma humanidade maior em suas características.

“O bonito é que todas as personagens vão errando ao longo do caminho. Elas passam por situações que não sabem como lidar, mas depois vão descobrindo”, pontua a atriz.

Fonte/Foto; globo.com