07/03/21 - 08:58:52

Se estivesse em vida, Varão completaria 89 anos no próximo dia 9

Antônio Rosa de Jesus foi um dos fundadores do time do Guarany Esporte Club e do Estanciano Futebol Club.

Todo homem tem sua missão na terra, e, todas as profissões tem seu valor proporcional, conforme a utilidade que todas elas propiciam em benefício da comunidade de cada lugar. Pois se não existisse essa tendência de diversidade técnica em cada um de nós o mundo caminharia o caos.

E Estância com sua atração natural de encantar quem aqui chega, tornou-se celeiro de imigrantes maravilhosos que aqui constituíram família, deixando um legado maravilhoso de filhos que muito fizeram por Estância e ainda continuam fazendo alguma coisa.

É o que aconteceu com Antônio Rosa de Jesus, mais conhecido como “Varão”, apelido oriundo da herança do seu pai. Nascido em 09 de março de 1932, na cidade sergipana de Itabaianinha, com 7 anos de idade, veio com seus pais José Catarino dos Santos e Otília Venâncio de Jesus, para morar em Estância.

Estudou com a professora Joaquina de Souza e aos 15 anos, começou a trabalhar como auxiliar de pedreiro. Em 1951, oficializou sua profissão de pedreiro. Conseguiu um emprego na Fábrica de Tecidos Senhor do Bonfim, onde por lá ficou 10 anos. Continuou depois trabalhando para várias firmas, até aposentar-se por motivo de invalidez.

Casou-se em 1956, com Valdete Maria de Jesus e com ela teve 9 filhos, entre eles o nosso editor e criador da A Tribuna Cultural, Magno de Jesus, cidadão atuante da nossa comunidade, onde vem prestando excelente trabalhos na área da radiofonia, do jornalismo e da ação social dos mais necessitados.

Separando-se da esposa dona Valdete, Varão, com a sua imprescindível e lutadora, sua mãe, dona Otília, criou de uma maneira digna seus 9 filhos: Maria José, Valdinete Maria, Acácia Maria, Rita Maria, Edna Maria, Maria de Lourdes, Antônio Rosa Filho, Carlos Magno de Jesus e Ademilton de Jesus.

A VIDA NO ESPORTE

Antônio Rosa de Jesus foi um dos fundadores do time do Guarany Esporte Club e do Estanciano Futebol Club. Como jogador amador, foi integrante do time do Bonfim Esporte Club e Cruz Vermelha Esporte Club, viajando por todo o estado de Sergipe. Nunca foi remunerado como jogador.

Varão, se vivo estivesse, completaria no próximo dia 9 de março, 89 anos de vida. Como marca da sua personalidade humilde, é recompensado e viveu na Estância com diversas amizades. Nunca desejou ser rico e durante sua humilde que passou na terra, foi feliz vivendo em Estância, onde se adaptou de imediato, ao ponto de se considerar estanciano nato.

Vale ressaltar, que o vereador Dominguinhos, foi o autor do Título de Cidadania Estanciana ao senhor Varão.

Ele faleceu, vítima de enfisema pulmonar, no dia 12 de junho de 2015.

Por Carlos Modesto

A Tribuna Cultural