10/03/21 - 10:03:16

Qualificação Profissional: Eduardo Lima busca apoio da Fundat para ampliar projeto social

O objetivo do parlamentar é aumentar a oferta de vagas por meio dessa parceria, permitindo que mais jovens e adultos tenham acesso a capacitação profissional gratuita. Em reunião com a presidente da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), o vereador, Eduardo Lima (Republicanos), apresentou um resumo das ações desenvolvidas pelo Projeto Educando para Libertar, iniciativa criada pelo próprio vereador, e que já qualificou mais de 100 pessoas em Aracaju, nas áreas de atendimento ao cliente e atendimento de lojas.

A presidente da Fundat, Edivaneide Lima, parabenizou o projeto e se mostrou interessada em firmar a parceira, por meio de um termo de cooperação técnica. “Podemos ajudar com ampliação da oferta de cursos e espaços físicos também”, disse a presidente, que ainda pretende fomentar o empreendedorismo, “mostrando que é possível ter renda no comércio informal e de forma regularizada, por meio do registro do microempreendedor”, argumentou.

Além do apoio aos microempreendedores individuais e intermediação de mão-de-obra, a Fundat oferece, gratuitamente, mais de 100 cursos e oficinas nas áreas de informática,  artesanato, comunicação, segurança, culinária, inglês entre outros. A fundação, que é ligada à prefeitura de Aracaju, realiza cooperação técnica com 23 instituições sociais, o que amplia o alcance das ações realizadas. Quando a parceria com o Projeto Educando para Libertar se concretizar, moradores de diversos bairros vão ser beneficiados, como já aconteceu nas comunidades de Cidade Nova, Jardim Centenário, Santa Maria, Bairro Industrial, Soledade e Santos Dumont.

Para Eduardo Lima, essa reunião “foi o primeiro passo para uma parceria de sucesso e que vai motivar as pessoas que sonham em fazer um curso, mas não tem condições financeiras para bancar e tem o desejo de se qualificar profissionalmente”. O parlamentar destacou ainda as dificuldades trazidas pela pandemia e o quanto esse problema de saúde comprometeu os empregos. Segundo ele, a “qualificação profissional é importante para ajudar essas pessoas a voltar ao mercado de trabalho ou até mesmo empreender. Além de qualificação, nossos professores levam motivação e autoestima para esses profissionais. A ideia é qualificar e fazer com que as pessoas não desistam de lutar por seus sonhos”, concluiu.

Por Valéria Santana